Cotidiano

Morador de rua agredido por personal fala sobre o caso e diz que tudo foi consentido


O morador de rua Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, agredido pelo personal trainer Eduardo Alves após ser flagrado tendo relações sexuais com a mulher dele, contou não ter se arrependido, mesmo depois da surra que levou. O sem-teto defende que foi abordado pela companheira do educador físico e convidado a fazer sexo dentro de um carro.

Em entrevista ao Metrópoles, Givaldo deu detalhes do encontro com a mulher e garantiu que não houve qualquer tipo de violência. No entanto, não havia imaginado que se tratava de uma mulher casada. A abordagem, segundo o morador de rua, ocorreu na rodoviária da cidade e ambos seguiram no carro da mulher para um local afastado.

Givaldo Alves reafirmou, como fez em depoimento à polícia, que a relação com a mulher foi consensual e que, inclusive, foi convidado por ela a entrar no veículo dela, mesmo após dizer que não “teria tomado banho”. “Eu andava pela rua e ouvi um grito: ‘Moço, moço’. Olhei para trás e só tinha eu. E ela confirmou comigo dizendo: ‘Quer namorar comigo?’”.

“Moça, eu não tenho dinheiro, sou morador de rua. Não tenho dinheiro nem para te levar ao hotel. Então, ela disse: ‘Pode ser no meu carro’”, iniciou.

Confira a entrevista:

Alisson Gabriel 24 mar 2022 - 10:58m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Integra Mais (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
1Farma (Grande)
Total (Grande)
APAE (Grande)
JCL (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Valloriza / Jasfac
Novo Atacarejo (Grande)

Luciana Mendes (Grande)
Sistemax (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Sam’s Sushi (Grande)
Moura & Lima (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)