Cotidiano

Morador de rua agredido por personal fala sobre o caso e diz que tudo foi consentido


O morador de rua Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, agredido pelo personal trainer Eduardo Alves após ser flagrado tendo relações sexuais com a mulher dele, contou não ter se arrependido, mesmo depois da surra que levou. O sem-teto defende que foi abordado pela companheira do educador físico e convidado a fazer sexo dentro de um carro.

Em entrevista ao Metrópoles, Givaldo deu detalhes do encontro com a mulher e garantiu que não houve qualquer tipo de violência. No entanto, não havia imaginado que se tratava de uma mulher casada. A abordagem, segundo o morador de rua, ocorreu na rodoviária da cidade e ambos seguiram no carro da mulher para um local afastado.

Givaldo Alves reafirmou, como fez em depoimento à polícia, que a relação com a mulher foi consensual e que, inclusive, foi convidado por ela a entrar no veículo dela, mesmo após dizer que não “teria tomado banho”. “Eu andava pela rua e ouvi um grito: ‘Moço, moço’. Olhei para trás e só tinha eu. E ela confirmou comigo dizendo: ‘Quer namorar comigo?’”.

“Moça, eu não tenho dinheiro, sou morador de rua. Não tenho dinheiro nem para te levar ao hotel. Então, ela disse: ‘Pode ser no meu carro’”, iniciou.

Confira a entrevista:

Alisson Gabriel 24 mar 2022 - 10:58m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Athom (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Amanda Barros (Grande)
220 Cabeamentos (Grande)
Bahia Ferragens (Grande)
Dr. Napoleão Bezerra (Grande)
JCL (Grande)
ASCAP (Grande)

Iran Bikes (Grande)
220 Cabeamentos (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Dr. Napoleão Bezerra (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Pernambuco Proteção Veicular (Grande)
Lis Bambini (Grande)
WG Aviamentos (Grande)