Cotidiano Governo cobra a devolução do auxílio emergencial à 1,2 milhão de pessoas

Governo cobra a devolução do auxílio emergencial à 1,2 milhão de pessoas


O governo federal enviará entre esta segunda-feira (21) e terça-feira (22) mensagens para os celulares de 1,2 milhão de pessoas solicitando a devolução de parcelas do auxílio emergencial recebidas de forma irregular. A cobrança foi comunicada pelo Ministério da Cidadania.

Os beneficiados que receberão a mensagem já tiveram os pagamentos suspensos. O conteúdo da mensagem, além de pedir o dinheiro de volta, também orienta sobre a contestação sobre a suposta irregularidade.

Criado para amenizar os impactos financeiros causados pela pandemia de covid-19 na população, sobretudo, mais pobre, o auxílio emergencial beneficia cerca de 68 milhões de brasileiros. Entre abril e dezembro, o governo pagou até nove parcelas do benefício.

Os créditos alvo da cobrança do governo foram considerados indevidos porque, durante o período de pagamento do auxílio emergencial, os contemplados passaram a receber um segundo benefício do governo, como aposentadoria, seguro-desemprego ou entraram no Programa emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, de acordo com averiguações realizadas pela CGU (Controladoria Geral da União) e pelo TCU (Tribunal de Contas da União).

Em alguns casos, os órgãos controladores também identificaram que os beneficiários conseguiram um emprego ou possuíam renda, valores ou bens incompatíveis com o recebimento do auxílio.

Para devolver o auxílio emergencial, o beneficiário deve acessar o site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br e inserir o CPF.

Devoluções já realizadas

Cerca de 197 mil pessoas já devolveram os valores recebidos indevidamente ao governo, totalizando certa de R$230 milhões.

O canal para denunciar fraudes é o site Fala.Br, plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da CGU.

Bruno Muniz 21 dez 2020 - 17:54m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Quero Sandálias (Grande)
Bahia Ferragens (Grande)
Amanda Barros (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários (Grande)
Gelar Climatização (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
ASCAP (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Floricultura Flor de Cheiro (Grande)

Valloriza (Grande)
Postos Badú (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Pernambuco Proteção Veicular (Grande)
Sistemax (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Iran Bikes (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Quero Sandálias (Grande)
ASCAP (Grande)

MATÉRIA EM DESTAQUE

Bahia Ferragens (Lateral)
Athom (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Floricultura Flor de Cheiro (Lateral)
Mamuska Pizzaria (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Dr Napoleão Bezerra (Lateral)
Iran Bikes (Lateral)
Valloriza (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Quero Sandálias (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Postos Badu (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
Gelar Climatização (Lateral)
Chiquinho Sorvetes (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Pernambuco Proteção Veicular (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
Oficina dos Óculos (Lateral)
WG Aviamentos (Lateral)
House Club (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
ASCAP (Lateral)
JCL (Lateral)
Val Games (Lateral)
Farma Fácil (Lateral)
Amanda Barros (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
BestNet (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Aplicativo