Helder Viegas - Nutrição e Saúde 4 pontos para imunidade X Covid-19 — Por Helder Viegas, nutricionista

4 pontos para imunidade X Covid-19 — Por Helder Viegas, nutricionista


Trazemos este importante artigo, em um momento histórico e crucial de todo planeta, e em que nosso país sofre drasticamente com a pandemia causada pelo vírus Covid-19.É necessário saber que a Correta Nutrição é base na defesa e fortalecimento geral do organismo humano, o que chamamos de sistema imune ou imunidade,atuando no enfrentamento das diversas doenças/patologias, inclusive também na devida recuperação e enfrentamento da causada pelo novo Covid-19.Sempre baseando-nos pelas últimas publicações científicas, você lerá abaixo 4 tópicos, que salvo exceções de saúde, você e sua família podem adotar na rotina alimentar, cuidando da Imunidade de toda sua casa.

ÁGUA

Foto: Divulgação (Fonte: Google)

Começamos falando a Importância da devida Hidratação nossa de cada dia. O consumo de Água potável adequado é um dos aliados nas diversas infecções virais. Você pode perguntar porque?

1° – Os vírus podem diminuir o apetite, ocasionando até possível desidratação;
2° – As imunoglobulinas tipo A (IgA), que são moléculas de defesa, estão presentes
principalmente na saliva. Havendo redução do fluxo salivar (o que ocorre com baixo consumo de água) pode-se diminuir a quantidade de IgA. Por isso devemos beber bem durante todo o dia a água potável, ministrando desde o acordar ao dormir e entre as refeições. Em condições normais, beba cerca de 35 a 40 mLágua/Kg peso diariamente (por exemplo se você pesa 50kg x 40ml = 2000ml ou 2lts). No treino esportivo, esse volume aumenta!Precisamos evitar ao máximo a desidratação! Não fique com sede para beber água!

PREBIÓTICOS E PROBIÓTICOS

Foto: Divulgação (Fonte: Google)

Nosso intestino possui um conjunto de bactérias benéficas (microbiota intestinal), que tem importante função no nosso sistema imunológico. São estas bactérias que em associação com a mucosa intestinal compõem a frente de defesa contra muitos inimigos causadores de doenças (microrganismos patogênicos), como ocorre também nas infecções virais. Evitam que estes microrganismos patógenos multipliquem-se, ultrapassando as barreiras e penetrando no organismo, diminuindo assim as chances de causarem doenças. E como multiplicarmos esses defensores no nosso intestino? 💡Consumir mais fibras (chamadas de “prebióticos”) que são alimentos para estas bactérias benéficas intestinais desenvolverem-se. Estão presentes nos grupos das Frutas, hortaliças, aveia e outros cereais integrais, que são fontes de fibras também.💡Escolher e consumir mais alimentos “in natura” ou “minimamente processados”, que são os menos industrializados e mais naturais. Os alimentos ultraprocessados são ricos em gorduras, açúcares, sódio e pobres nestas fibras tão importantes. 💡Há ainda os Probióticos que são os microrganismos benéficos atuantes nesta microbiota em si, porém devem ser prescritos por nutricionistas ou profissionais competentes.

ANTIOXIDANTES

Foto: Divulgação (Fonte: Google)

Os radicais livres são moléculas produzidas naturalmente durante muitos processos pelo organismo. Essas moléculas reagem com componentes do corpo, podendo causar diversos danos à saúde. São várias as situações que podem aumentar a presença destes radicais livres danosos ao nosso organismo, inclusive o estresse emocional que enfrentamos em momentos de crise. O estresse oxidativo deve ser combatido, pois pode debilitar o sistema imunológico. Para evitar e neutralizar a ação destes radicais livres, o organismo produz moléculas chamadas antioxidantes. No entanto, o problema acontece quando ocorre um excesso de radicais livres e a quantidades de antioxidantes naturais são insuficientes para neutralizar a sua ação, contribuindo dessa maneira, para o envelhecimento precoce e até mesmo o surgimento de várias doenças. Compostos como polifenois e carotenoides são #antioxidantes por exemplo. Frutas e hortaliças contêm tais compostos antioxidantes. Os carotenóides (antioxidantes) estão presentes em alimentos como abóbora(jerimum), pimentão, mamão, brócolis, couve, espinafre, nabo, abobrinha, frutos de polpa amarela, abacate e muitos outros vegetais, legumes, folhas e frutos, até mesmo nos não coloridos como batata doce e inhame. Outro alimento que é fonte destes pigmentos é a gema do ovo.Os alimentos fonte de polifenóis são as frutas (uvas, cereja, laranja, limão, maçã, amora, morango, caju, jabuticaba, mirtilo, ameixa, damasco), as hortaliças (couve, couve-flor, tomate, alho, cebola, espinafre, repolho, rabanete, escarola, mostarda, nabo, beterraba), as sementes oleaginosas (castanhas, nozes) e diversos outros. Por isso diversifique sua alimentação diária, incluindo estas fontes e auxilie seu sistema imunológico!

VITAMINAS E MINERAIS

Foto: Divulgação (Fonte: Google)

As vitaminas e minerais são essenciais, vitais para fortalecer nossa imunidade. Os alimentos processados, industrializados em sua maior parte não possuem vitaminas e minerais naturais, possuindo apenas calorias, sendo alimentos pobres nutricionalmente. Por isso devemos preferir as frutas e hortaliças “in natura”. O famoso prato colorido é sempre a melhor opção, mas não esqueça dos alimentos de origem animal. As diversas carnes, principalmente a vermelha, derivadas de animais e frutos do mar são fontes de zinco (obviamente observar as mais magras). As leguminosas, oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas) e verduras folhosas são ricas fontes de magnésio. As castanhas-do-Pará ou castanhas-do-Brasil são as principais fontes de selênio.

Lembrando que a OMS recomenda 5 porções diárias de frutas e hortaliças.
As fontes de gordura (queijo, gema do ovo) e vegetais de coloração alaranjada (manga, mamão e cenoura) são ricos em precursores de vitamina A. Já as frutas cítricas (laranja, mexerica, maracujá, limão, abacaxi), são ricas em vitamina C. As carnes (fígado), leite, ovos, legumes, verduras, especialmente o brócolis e o couve, cereais integrais, leguminosas, como ervilhas, algumas oleaginosas, como amendoim, castanhas e nozes, e abacate são ricos em vitaminas do complexo B. O tão falado complexo B é formado por várias vitaminas, lembrando que a B12 é encontrada apenas naqueles alimentos de origem animal. Por isso, os vegetarianos e veganos precisam ser bem acompanhados e considerando-se suplementação com orientação do profissional Nutricionista.

Frisando que não há alimentos milagrosos (como disseminado por muitas Fake News), persista na alimentação saudável rotineira, pois em conjunto com um estilo de vida, culminará em um processo que levará o seu organismo a uma boa Imunidade, não só para enfrentamento de possíveis doenças contagiosas como as causadas por vírus, mas para viver mais e melhor. Saúde é investimento! Procure fontes verdadeiras e científicas de leitura sobre sua alimentação.

Nutricionista Helder Viegas
CRN6 10289 – Especialista em Nutrição Clínica
Especialista em Fitoterapia e Suplementação Esportiva
Atende na Clínica Sant’Anna (3731-4267)
Instagram: @nutricionistahelderviegas

Bruno Muniz 21 jun 2020 - 16:05m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Clim Center (Grande)
Dra. Palloma Santana
Sollaris Energy (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
RC Tecidos (Grande)
Unicesumar EAD

Lis Bambini
New Corte
Brisanet (Grande)
Dr. Leonardo Brito
Jasfac (Grande)
Best Net
Cold Car
Vivo Santa Cruz
Unicesumar EAD
Real Tags e Etiquetas (Grande)

MATÉRIA EM DESTAQUE

Real Tags e Etiquetas
Agreg Comunicação
Império dos Camarões
Republic
iStore Oficial
Brisanet
Auto Escola
Moda Center Santa Cruz
Unicesumar
Clim Center
Dr Leonardo Brito
Immobilis
Cold Car
House Club
Zero Oito Um
Jasfac
Palloma Santana
Valloriza
Copiart
Mais Sorriso
Escola Dinâmica
RC Tecidos
Mega Gás
Helder Viegas
Quimilson
Academia Saúde e Forma
Val Games
HB Joias e Relógios
Escolinha Geração
Larissa Marques
Léo Siqueira Imóveis
Gráfica Climerio
New Corte
Aplicativo