Utilidade Pública Anvisa publica resolução que proíbe a comercialização de cigarros eletrônicos no Brasil

Anvisa publica resolução que proíbe a comercialização de cigarros eletrônicos no Brasil



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma resolução na última quarta-feira (24) que proíbe a fabricação, importação, comercialização, distribuição, armazenamento, transporte e propaganda de dispositivos eletrônicos para fumar, também conhecidos como cigarro eletrônico.

A resolução define dispositivos eletrônicos para fumar como produtos que geram emissões usando um sistema alimentado por eletricidade, bateria ou outra fonte não combustível, que simula o ato de fumar. A proibição inclui uma variedade de produtos, como dispositivos descartáveis ou reutilizáveis, que utilizam matrizes líquidas ou sólidas, e produtos que aquecem uma ou mais matrizes, sejam elas líquidas (com ou sem nicotina), sólidas (como folhas de tabaco), ou compostas por substâncias sintéticas. Entre os produtos proibidos estão e-cigs, electronic nicotine delivery systems (ENDS), e-pod, pod, vapes, e outros similares.

Além disso, a resolução também proíbe a entrada de dispositivos eletrônicos para fumar no país por meio de viajantes, seja por bagagem acompanhada ou bagagem de mão. A Anvisa destaca que o descumprimento da resolução será considerado infração sanitária. Esta decisão foi anunciada com informações da Agência Brasil.

Alisson Gabriel 25 abr 2024 - 11:10m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
Valloriza / Jasfac
Mateus Assistência (Grande)
1Farma (Grande)
APAE (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Total (Grande)
Integra Mais (Grande)

Cabeça Gesso (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Sistemax (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
APAE (Grande)
Auto Planos (Grande)
Mateus Assistência (Grande)