Economia Governo vai disponibilizar lista de quem recebeu auxílio emergencial

Governo vai disponibilizar lista de quem recebeu auxílio emergencial


Objetivo é dar transparência ao programa, disse ministro da CGU.

O governo federal deve disponibilizar, nos próximos 15 dias, a lista de beneficiários do programa de auxílio emergencial de R$ 600, que está sendo pago a mais de 53 milhões de pessoas. A informação foi dada nesta terça-feira (26) pelo ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, para atualizar ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

“O ponto de destaque é que em 12 a 15 dias vamos estar colocando em transparência toda a base do recebimento do auxílio emergencial, com todas as pessoas que vem recebendo, para que o cidadão possa ele mesmo fiscalizar esses cerca de 53 milhões de pessoas que estão cadastradas com recebimento do auxílio emergencial”, disse o ministro.

Lançado em abril para assegurar uma renda para trabalhadores informais e famílias de baixa renda em meio à pandemia, o auxílio emergencial do governo federal soma cerca de R$ 123 bilhões em recursos orçamentários. O benefício será pago, inicialmente, em três parcelas. No momento, o governo executa o pagamento da segunda parcela do programa.

Pagamentos irregulares

A CGU também está monitorando, em parceria com o Ministério da Cidadania, o pagamento irregular do benefício a pessoas que não teriam o direito de receber. É o caso, por exemplo, de cerca de 74 mil sócios em empresas. A pasta também interceptou o pagamento para 86 mil pessoas físicas que doaram mais de R$ 10 mil nas últimas eleições. Proprietários de veículos de mais de R$ 60 mil também foram identificados nos cruzamentos feitos pelo governo, além de pessoas que possuem domicílio fiscal no exterior e também se cadastraram para receber o auxílio, o que é vedado. 

“Em conjunto com o Ministério da Cidadania, a gente vem cortando esses benefícios para evitar a saída de recursos”, disse Rosário. Segundo o ministro, o trabalho de monitoramento está em andamento e ainda não é possível determinar o número final de pessoas que possam ter se cadastrado de forma irregular no programa.

Jefferson Felipe 27 maio 2020 - 14:09m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
Clécia Lima (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
Farma Fácil (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Clim Center (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Cetias (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)

Best Net
Jasfac (Grande)
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Alan Vidros (Grande)
Simone Joias (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Design Riscos (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)

VÍDEO EM DESTAQUE

HB Joias e Relógios (Lateral)
Clínica Vitta (Lateral)
Val Games (Lateral)
Alan Vidros (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
VRC College (Lateral)
Design Riscos (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Altas Horas Outlet (Lateral)
Polo da Moda de Campina Grande (Lateral)
Academia Saúde e Forma (Lateral)
Império dos Camarões
House Club (Lateral)
Real Tags e Etiquetas (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
Clim Center (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Simone Joias (Lateral)
BestNet (Lateral)
Autoescola Nossa Senhora das Graças (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
JCL (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Tintas Quimilson (Lateral)
Immobilis (Lateral)
Dr. Leonardo Brito (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Aplicativo