Destaques Ficou marcado – Em 2015 Santa Cruz do Capibaribe já experimentou o gosto amargo da saúde em colapso

Ficou marcado – Em 2015 Santa Cruz do Capibaribe já experimentou o gosto amargo da saúde em colapso


Dengue, Zika e Chikungunya levaram centenas de pessoas a procurarem unidades de saúde e as sobrecarregá-las e mortes foram registradas.

Ao contrário de muitos outros municípios da região Agreste de Pernambuco, Santa Cruz do Capibaribe tem o ônus e o bônus – ônus pelos danos irreparáveis (bônus por saber que a cidade não tem uma estrutura apropriada para lidar com grandes demandas) de quem já vivenciou o colapso no sistema municipal de saúde. A cena vivenciada em 2015 com doentes – muitos deles idosos – deitados na calçada do Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão, certamente não será esquecida.

Ma época ainda sem contar com a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA), a cidade viu unidades como o Hospital Materno Infantil e o HMRFA superlotarem em questão de dias. Na parte externa, nas recepções e nos corredores as imagens e os sons emitidos pelos doentes com Dengue, Zika e Chikungunya era um só; agonia.

Fotos: Arquivos

Boa parte dos doentes naquela ocasião narravam dores insuportáveis nas articulações, sobretudo das mãos, além de outros ossos. A febre, manchas pelo corpo e mal estar generalizado eram sintomas também constantemente relatados nas unidades de saúde da cidade. Durante o mês de novembro de 2015 a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe já gerida pelo hoje ainda prefeito Edson Vieira (PSDB) precisou tomar medidas rápidas para amenizar os problemas gerados pelo surto.

Foto: Divulgação

Imagens de pessoas deitadas no chão das calçadas do principal hospital da cidade correram o Brasil e despertaram o olhar de autoridades políticas e de saúde. Na época o deputado Edilson Silva (ainda no PSOL) realizou uma visita de urgência ao referido hospital e cobrou do Governo do Estado medidas urgentes para com a situação que segundo o mesmo na época, “estava fora de controle.”

As mortes

Em dezembro de 2015 o Blog do Bruno Muniz trouxe uma reportagem exclusiva com dados do Cartório de Santa Cruz do Capibaribe que apontavam um aumento no número de mortes de idosos, onde nos laudos do IML constavam a Chikungunya como principal causa dos óbitos. Além dos falecimentos, muitas vítimas da Chikungunya e Zika ficaram com sequelas das doenças.

Foto: Arquivo do Blog do Bruno Muniz

Microcefalia

Em 2015 Santa Cruz do Capibaribe ainda descobriu o crescimento de casos de crianças com Microcefalia, na época estudos apontavam a Zika como sendo a principal causadora do problema, porém posteriormente houveram divergências científicas sobre a transmissão da doença.

Microcefalia é uma malformação congênita em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Essa malformação pode ser efeito de uma série de fatores de diferentes origens, como substâncias químicas e infecciosas, além de bactérias, vírus e radiação.

2020

Diante da pandemia do coronavírus, Santa Cruz do Capibaribe conta hoje com um hospital provisório (Hospital de Campanha). Com 14 casos registrados de Covid-19 até a tarde desta quinta-feira (14/05), a cidade luta para não reviver dias semelhantes aos de 2015 contra um inimigo ainda mais mortal.

Bruno Muniz 14 maio 2020 - 15:30m

1 Comentário

  • Aline disse:

    Se investirem em saúde educacao seguranca infraestrutura sanramento agua nos bairros
    Afastados ao invés d festas com artistas q cobram fortunas scc era p ser uma cidade desenvolvida mas n ainda vive no passado e n pensa q casos cm em 2015 agora se repete em 2020 e o q mudou. nada n tem equipamentos a upa só a graça n tem um hospital pra atender a população c seriedade os médicos n olham p cara do paciente manda toma dipirona e depois pra casa essa e a realidade n adianta criticar.. esses políticos de scc são tudo farinha do mesmo saco.

Deixe uma resposta


RC Tecidos (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Cetias (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
Clim Center (Grande)
Farma Fácil (Grande)
JCL (Grande)

Simone Joias (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Jasfac (Grande)
Dr. Leonardo Brito
Alan Vidros (Grande)
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)
Best Net
JCL (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)