Destaques Investigações apontam que Nestlé adiciona açúcar a produtos vendidos em países pobres, incluíndo o Brasil

Investigações apontam que Nestlé adiciona açúcar a produtos vendidos em países pobres, incluíndo o Brasil


Um relatório publicado pelas ONGs Public Eye e Ibfan revelou que a Nestlé foi acusada de adicionar açúcar em alimentos para bebês em países da Ásia, África e América Latina, incluindo o Brasil, enquanto em mercados europeus como Suíça, Alemanha, França e Reino Unido, a empresa vende produtos semelhantes sem adição de açúcar. O relatório examinou produtos das marcas Nido (ou Ninho) e Cerelac (ou Mucilon), e constatou que a maioria dos produtos vendidos nos mercados da África, Ásia e América Latina continha açúcar adicionado, enquanto nos mercados europeus os mesmos produtos não tinham adição de açúcar.

O relatório destacou uma discrepância na formulação dos produtos. Por exemplo, cereais vendidos na Suíça são promovidos como “sem adição de açúcar”, enquanto em países como Senegal e África do Sul, a versão do mesmo sabor contém até 6 gramas de açúcar por porção. No caso do Brasil, um dos principais mercados para a Nestlé, três quartos dos cereais infantis vendidos pela empresa contêm açúcar adicionado, contrariando as diretrizes do Guia Alimentar para Crianças Brasileiras Menores de 2 Anos, do Ministério da Saúde.

Fonte: CNN Brasil

Alisson Gabriel 23 abr 2024 - 8:58m

0 Comentários

Deixe uma resposta


APAE (Grande)
1Farma (Grande)
JCL (Grande)
Total (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Valloriza / Jasfac
João Januário Tecidos (Grande)
Integra Mais (Grande)
Mateus Assistência (Grande)

Sistemax (Grande)
Auto Planos (Grande)
Luciana Mendes (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Sam’s Sushi (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
APAE (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Moda Center (Grande)