Utilidade Pública Diversidade Literária: “As Bruxas da Noite” — Análise de Bruna Marques

Diversidade Literária: “As Bruxas da Noite” — Análise de Bruna Marques


Título: As Bruxas da Noite | Autora: Ritanna Armeni | Tradução: Karina Jannini | Editora: @editoraseoman | Edição: 2019

Na União soviética, pelo menos um milhão de mulheres partiu para a guerra ao lado dos homens.

As Bruxas da Noite – A história não contada do regimento aéreo feminino russo durante a segunda guerra mundial trata-se de uma obra escrita pela jornalista italiana R. Armeni com a colaboração da Eleonora Mancini intermediando a comunicação da autora em Moscovo na Rússia em suas entrevistas.

A autora contou com os relatos de Irina Rakobolskaja, uma ex combatente do bruxas da noite, que aos 96 anos guardava muitas memórias claras e intensas do que viveu com suas companheiras durante a segunda guerra mundial.

Bruxas da Noite como foram denominadas pelos alemães, pelo fato de sempre atacarem na calada da noite, foram mulheres soviéticas aviadoras militares do 588° regimento de bombardeiros noturnos, essas mulheres foram lideradas pela coronel Marina Raskova.

Marina ficou conhecida e respeitada pelo publico feminino depois de ser uma das protagonistas de um voo heroico onde bateu o recorde feminino de distância de voo com habilidade, coragem e heroísmo. Passando a frente dos EUA com o seu feito. Mais tarde com o início da segunda guerra mundial, Marina usou a sua influência para persuadir Josef Stalin a criar um regimento feminino na aviação soviética, dando início ao recrutamento de jovens mulheres, corajosas e voluntarias que se dispusessem em deixar tudo, para servir as forças armadas diante da explosão da guerra. Foram três regimentos aéreos, cada um deles possuía cerca de 400 mulheres.

Foto: Bruna Marques (Diversidade Literária)

Me surpreendi com os vários relatos narrados no livro, desde a educação dos soviéticos, onde manusear armas fazia parte da grade de conhecimento ofertado pelas escolas, tanto para homens como para mulheres, isso era visto como uma forma de fortalecimento para o povo. Com a força e coragem de Marina, a grande precursora do voo de destaque que trouxe o novo recorde feminino de aviação no qual Stalin ansiava, e como mais tarde ela foi diante do mesmo com a proposta da criação do regimento feminino de aviação para atuar na linha de frente na batalha contra os avanços da Alemanha.

O ponto no qual a autora destaca e que também me deixou inquieta, foi o abafamento na história da participação e existência desse regimento aéreo feminino durante a guerra, muitas dessas mulheres que participaram avidamente dos embates aéreos contra as investidas alemãs, não foram reconhecidas após a finalização da guerra, e muito menos tiveram o retorno normal de suas vidas, elas atuaram por quatro anos nas atividades militares e quando cessou a guerra, elas não tinham conhecimento ou especialização para outros trabalhos, muitas não constituíram família por conta das cicatrizes e mutilações em seus corpos geradas nos combates e foram rejeitadas e esquecidas pelo simples fato de serem mulheres, ou seja, todo o esforço e dedicação a pátria que elas tiveram não foi o bastante para serem reconhecidas, pois eram mulheres, e não era aceito que as mulheres fossem reconhecidas igualmente como os homens.

As Bruxas da Noite é uma obra na qual ficará em um lugar especial em minha estante, e o seu conteúdo registrado em minha mente, o livro é muito mais do que consegui explicar ou detalhar, os relatos apresentados são fortes e reflexivos, de tudo que aconteceu, que motivou a guerra ou o que censurou o destaque merecido as guerreiras que se dispuseram a se capacitar para enfrentar o desconhecido e inimigos fortemente armados.

Bruna Marques é pós-graduada em Gestão Pública, Pedagoga e Geógrafa, além de Técnica em Biblioteconomia.

Bruno Muniz 21 jun 2020 - 14:16m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Pernambuco Proteção Veicular (Grande)
Iran Bikes (Grande)
Dr. Napoleão Bezerra (Grande)
JCL (Grande)
Floricultura Flor de Cheiro (Grande)
Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe
Amanda Barros (Grande)
Bahia Ferragens (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Oficina dos Óculos (Grande)

Mandacaru Açaíteria (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe
JCL (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Valloriza (Grande)
Sistemax (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)

MATÉRIA EM DESTAQUE

Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Mamuska Pizzaria (Lateral)
Iran Bikes (Lateral)
Oficina dos Óculos (Lateral)
Farma Fácil (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
Dr Napoleão Bezerra (Lateral)
WG Aviamentos (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Chiquinho Sorvetes (Lateral)
Val Games (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Moda Center (Lateral)
BestNet (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
ASCAP (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Athom (Lateral)
Valloriza (Lateral)
Pernambuco Proteção Veicular (Lateral)
House Club (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
JCL (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Floricultura Flor de Cheiro (Lateral)
Amanda Barros (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Postos Badu (Lateral)
Quero Sandálias (Lateral)
Gelar Climatização (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Aplicativo