Economia STF autoriza e Celpe pode voltar a suspender fornecimento de energia em casos de inadimplência

STF autoriza e Celpe pode voltar a suspender fornecimento de energia em casos de inadimplência


Em caso de corte, a Companhia deve seguir os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) está novamente autorizada a suspender o fornecimento de energia elétrica aos clientes inadimplentes. O Supremo Tribunal Federal (STF) deferiu, na tarde desta quinta-feira (13), uma liminar autorizando a suspensão. Com a pandemia, as fornecedoras de energia elétrica estavam proibidas de cortar o fornecimento dos clientes.

Os consumidores que possuem conta em aberto já estão sendo avisados da existência do débito e terão a oportunidade de quitar a dívida, com condições especiais de pagamentos, como parcelamentos, segundo a Celpe.

Em caso de corte, a Companhia deve seguir os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Depois de serem previamente comunicados da existência do débito e receber o reaviso, o cliente tem 15 dias para regularizar a situação. Se o débito permanecer, o fornecimento pode ser suspenso. Nesse caso, a energia será restabelecida em até 48 horas após a quitação das faturas em aberto.

Quem tiver débitos com a Celpe deve realizar a negociação prioritariamente pelo site www.celpe.com.br.

Segundo a Celpe, os clientes que estiverem enfrentando dificuldades contam com o Portal de Negociação, onde é possível realizar pagamento e parcelamento de débitos. A condição é válida para clientes residenciais que possuírem mais de duas contas de energia em aberto. Nas negociações, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex.

“O corte de energia é o último recurso utilizado pela empresa, antes são adotadas medidas administrativas para a quitação da dívida. Para evitar a suspensão do fornecimento de energia, a empresa está disponibilizando condições, realmente, diferenciadas aos clientes nesse momento de dificuldade”, afirmou o superintendente da Celpe, Pablo Andrade.

De acordo com a Celpe, a maioria dos mais de 3,7 milhões de clientes se mantém com as contas em dia. Além dos clientes da Tarifa Social de Energia Elétrica, a Aneel decidiu manter a proibição de cortes de energia para imóveis residenciais nos quais morem pessoas que dependam do equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida até o final de 2020.

Mas a empresa ressalta que não se trata de isenção da conta de energia e recomenda que os clientes evitem acumular dívidas com a distribuidora.

Jefferson Felipe 14 ago 2020 - 9:30m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Império dos Camarões (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Clim Center (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Cetias (Grande)
Farma Fácil (Grande)
Clécia Lima (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
JCL (Grande)

Jasfac (Grande)
Simone Joias (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Arrumadinho (Grande)
Lis Bambini
Dr. Leonardo Brito
Design Riscos (Grande)
JCL (Grande)
Alan Vidros (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)

VÍDEO EM DESTAQUE

Altas Horas Outlet (Lateral)
Alan Vidros (Lateral)
Império dos Camarões
JCL (Lateral)
Clínica Vitta (Lateral)
Dr. Leonardo Brito (Lateral)
Design Riscos (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
VRC College (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
Autoescola Nossa Senhora das Graças (Lateral)
House Club (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Academia Saúde e Forma (Lateral)
Real Tags e Etiquetas (Lateral)
HB Joias e Relógios (Lateral)
Immobilis (Lateral)
Clim Center (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Val Games (Lateral)
BestNet (Lateral)
Polo da Moda de Campina Grande (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Tintas Quimilson (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Simone Joias (Lateral)
Aplicativo