Saúde 15 milhões de brasileiros podem virar o ano vacinados, diz Ministério da Saúde

15 milhões de brasileiros podem virar o ano vacinados, diz Ministério da Saúde


Com os avanços nas pesquisas da vacina contra a Covid-19, o Ministério da Saúde espera que até dezembro deste ano os medicamentos sejam aprovados para que o primeiro lote da vacina de Oxford seja aplicado na população. O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, explica que o Brasil deve receber um primeiro lote de vacinas – total de 15,2 milhões de doses – em dezembro e que, caso os testes e estudos sobre a eficácia do medicamento sejam aprovados até lá, o processo de vacinação poderá se iniciar.

“Fechamos acordo para o envio de 100 milhões de doses da vacina em três lotes. O número se baseia na campanha de vacinação contra a influenza no Brasil. O primeiro lote deve chegar na primeira quinzena de dezembro, com 15,2 milhões de doses, e o segundo terá o mesmo número de aplicações e chega entre dezembro em janeiro. O terceiro lote, de 70 milhões de doses chega entre março e abril. Se todos os estudos derem certo, nós iremos iniciar a campanha de vacinação em dezembro.”

Questionado  se 15 milhões de brasileiros poderiam passar a virada do ano já vacinados, Medeiros respondeu:

“A gente espera que sim, esse é o nosso sonho. Estamos trabalhando arduamente para isso.”

Medeiros explica que os primeiros grupos a receberem a vacina serão os idosos, aqueles com comorbidades e os profissionais da saúde da linha de frente. Segundo ele, o Ministério da Saúde já está mobilizando suas equipes para montar uma estratégia de aplicação das vacinas para “não criar pânico nem tumulto” na população para que seja um processo seguro.

“A Secretaria de Vigilância em Saúde cuidada do sistema nacional de imunização. Nossa capacidade de aplicar vacinas é de longa data, somos eficientes para aplicar no país inteiro de forma rápida.”

O secretário também destaca o acordo feito entre o governo brasileiro e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) com a Universidade de Oxford e a AstraZeneca – laboratório responsável pelo desenvolvimento da vacina – que garante ao Brasil a transferência da tecnologia do medicamento, que poderá ser produzido no laboratório de Bio Manguinhos, da Fiocruz.

“Nessa encomenda com a Oxford e a AstraZeneca, o governo brasileiro assumiu compromisso de transferência de tecnologia para termos autonomia de produção da vacina, que será produzida no laboratório de Biomanguinhos.”

Bruno Muniz 29 jul 2020 - 8:53m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe
Amanda Barros (Grande)
Iran Bikes (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Athom (Grande)
Dr. Napoleão Bezerra (Grande)
ASCAP (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários (Grande)

RC Tecidos (Grande)
Best Net (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Sistemax (Grande)
Postos Badú (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
ASCAP (Grande)

MATÉRIA EM DESTAQUE

Lis Bambini (Lateral)
Val Games (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
BestNet (Lateral)
JCL (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
Valloriza (Lateral)
Athom (Lateral)
Chiquinho Sorvetes (Lateral)
Postos Badu (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Floricultura Flor de Cheiro (Lateral)
Amanda Barros (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Dr Napoleão Bezerra (Lateral)
WG Aviamentos (Lateral)
Oficina dos Óculos (Lateral)
Iran Bikes (Lateral)
House Club (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
Pernambuco Proteção Veicular (Lateral)
Gelar Climatização (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Moda Center (Lateral)
ASCAP (Lateral)
Farma Fácil (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Mamuska Pizzaria (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Quero Sandálias (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Aplicativo