Cotidiano Diretores do Moda Center entregam ao senador Fernando Dueire reivindicações de interesse do polo

Diretores do Moda Center entregam ao senador Fernando Dueire reivindicações de interesse do polo


Nesta terça-feira (28), o síndico do Moda Center, Tales Nery, e o conselheiro consultivo, José Gomes Filho, participaram de uma reunião, em Recife, com o senador Fernando Dueire (MDB). No encontro intermediado por Zilda Moraes, assessora parlamentar do deputado federal Mendonça Filho (União Brasil), foi entregue ao senador Dueire um ofício com reivindicações de interesse não apenas do Moda Center, mas de todo o Polo de Confecções de Pernambuco.

Dentre as reivindicações, estão a defesa pela isonomia tributária para as empresas de confecções frente às concorrentes asiáticas, mais segurança nas rodovias que dão acesso aos centros de compras da região, medidas para ampliação do turismo de compras, conclusão das adutoras do Alto Capibaribe e Agreste e a defesa, junto aos órgãos federais, pela implantação unidades físicas do “Sistema S” (SENAI, SEBRAE, SESC e SESI) em Santa Cruz do Capibaribe.

Fomos muito bem recebidos pelo senador Fernando Dueire e ele se mostrou sensível às demandas que nós apresentamos. Pudemos mostrar nossas dificuldades, apresentar em números o potencial empreendedor do Moda Center e dos demais centros de compras em nossa região e, claro, formalizar nosso pedido para que ele seja uma das vozes em defesa de nossas reivindicações.”, pontuou Tales.

Essa é uma região promissora que tem futuro, que gera emprego e economia não só para Pernambuco, mas para todo o país. Apesar das dificuldades, essa região pulsa e estou colocando meu mandato de senador da República à disposição. Já estamos tratando da BR-104 em Toritama, mas vamos conversar também sobre a agenda que aqui foi posta, para que a gente acompanhe, assunto por assunto, o começo, meio e fim.”, destacou o senador Dueire.

Também participou da reunião a ex-deputada e ex-conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teresa Duere. 

Confira na íntegra as reivindicações contidas no ofício:

1 – Cobrança pela isonomia tributária para as empresas que fazem parte do Polo de Confecções de Pernambuco; igualando assim as chances de concorrência;

2 – Cobrança junto ao Governos Federal e Estadual pela Implantação de uma ação permanente de segurança pública durante os dias de feira nas rodovias estaduais e federais que dão acesso aos centros de compras desses municípios;

3 – Cobrança pela destinação de recursos que viabilizem a revitalização do canal pluvial, localizado lateralmente ao Moda Center em Santa Cruz do Capibaribe);

4 – Cobrança pela inclusão, por parte da governadora Raquel Lyra (PSDB), dos centros de compras nas campanhas institucionais de divulgação por parte do Governo de Pernambuco, em especial nos períodos Junino e Final de Ano, fomentando o turismo comercial na região do Polo;

5 – Articulação do Moda Center junto a EMPETUR e ao Ministério do Turismo, visando ações que possam discutir e fomentar o turismo estadual e nacional nas principais cidades que compõem o Polo de Confecções do Agreste;

6 – Cobrança pela ampliação da cartela de serviços ofertada pelos Correios e cobrança pela ampliação da logística aérea na região, visando o maior escoamento das mercadorias produzidas pelo Polo de Confecções, beneficiando empresas e gerando milhares de novos empregos;

7 – Cobrança junto ao Governo do Estado pela conclusão da Adutora do Alto Capibaribe, que tem a promessa de transportar a água do Rio Paraíba – que capta a água do Eixo Leste da transposição do São Francisco – e trazer para oito cidades do Agreste Setentrional de Pernambuco: Frei Miguelinho, Jataúba, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, Taquaritinga do Norte, dentre outros. Orçada em R$ 90 milhões, teve suas obras iniciadas em 2017 e deveria ter seus trabalhos concluídos em 15 meses, mas até o momento não há nenhuma previsão oficial de conclusão.

8 – Defesa, junto aos órgãos federais, pela implantação unidades físicas do Sesc, Senai, Sebrae e Sesi em nosso município. É de conhecimento público o poder de atuação das instituições ligadas aos “Sistema S” e de como elas são geradoras de qualificação, conhecimento e qualidade de vida fundamentais não só para a classe trabalhadora, mas também para as empresas de um modo geral.

Alisson Gabriel 29 maio 2024 - 10:40m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Integra Mais (Grande)
1Farma (Grande)
Valloriza / Jasfac
João Januário Tecidos (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
APAE (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
JCL (Grande)

Kits Elásticos (Grande)
Moda Center (Grande)
APAE (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Luciana Mendes (Grande)
Sistemax (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Moura & Lima (Grande)