Cotidiano Prédio desaba no Janga, em Paulista; Bombeiros falam em ao menos 10 soterrados

Prédio desaba no Janga, em Paulista; Bombeiros falam em ao menos 10 soterrados


Um prédio de quatro andares desabou no Conjunto Beira-Mar, no Janga, em Paulista, Região Metropolitana do Recife, na manhã desta sexta-feira (7), por volta das 6h. Um segundo prédio teve desabamento parcial e um cenário de desespero tomou conta das imediações do local.

O Corpo de Bombeiros, acionado para a ocorrência às 6h35, afirmou que ao menos 10 pessoas estão sob os escombros. Duas delas já foram socorridas, de acordo com o comandante Robson Roberto. Um vídeo mostra o momento exato do colapso.

Relatório da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) indica que há 14 pessoas desaparecidas. As primeiras informações são de que o prédio estaria condenado, mas ocupado. O prédio fica na rua Dr. Luiz Inácio de Andrade Lima. Oito viaturas foram enviadas ao local, segundo os bombeiros.

De acordo com o comandante Robson Roberto, outras vítimas do desabamento têm respondido aos estímulos e a comunicações das equipes. 

Equipes do Samu e Polícia Militar também estão no local à procura de vítimas sob os escombros. A movimentação de ambulâncias é constante e a área foi isolada.

De acordo com os bombeiros, o momento é de risco. A corporação informou que os prédios estão “estalando”, o que requer mais atenção.

“Temos duas frentes de trabalho, inclusive com vítimas responsivas. Ou seja, a partir do estímulo que o bombeiro coloca a vítima está respondendo. Os cães indicaram onde estão possíveis vítimas”, disse o comandante Robson Roberto, do Corpo de Bombeiros, afirmando que trabalham ao lado de voluntários e da Defesa Civil no resgate.

“Os prédios estão condenados, as pessoas não eram para estar no momento habitando esse prédio. O risco que a gente tem no momento é um caixa d´água que está apresentando risco de colapsar. Temos efetivo trabalhando no local”, completou Robson Roberto.

O barbeiro Willames da Paixão, de 28 anos, chegou no início da manhã para ajudar no resgate como voluntário. “O bombeiro deu uma paradinha porque corre o risco de uma pequena parte lá cair. Estão tirando, vão quebrar uma parede para poder passar com uma máquina para poder puxar maiores”, disse.

Ele ainda afirmou que conhece mãe e filha que poderiam estar em casa no momento do desabamento. “Vim sair de casa eram 7 horas, tinha caído já, estou desde cedo tentando ajudar”, acrescentou. 

Com informações: Folha – PE

Alisson Gabriel 07 jul 2023 - 10:11m

0 Comentários

Deixe uma resposta


APAE (Grande)
Integra Mais (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
1Farma (Grande)
Valloriza / Jasfac
JCL (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)

Luciana Mendes (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Sistemax (Grande)
APAE (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Moura & Lima (Grande)
Auto Planos (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)