Cotidiano Moda Center realiza primeira reunião para discutir proposta de climatização de todo o centro de compras

Moda Center realiza primeira reunião para discutir proposta de climatização de todo o centro de compras


Na tarde desta sexta (19), foi realizada a primeira reunião para discussão do projeto que propõe a climatização de todo o Moda Center. Estiveram presentes o síndico Tales Nery, diretores, o gerente geral George Pinto, representantes da empresa Greenyellow Energia e também comerciantes do centro de compras.

No encontro, foram apresentados pelo síndico dados sobre a média de temperatura no município nos últimos oito anos, com destaque para os meses de maior movimento de público no centro de compras, que são maio e junho e novembro e dezembro. Tais dados apontam que as médias, na maioria dos anos, se mantinham superiores aos 30 graus, sem contar a sensação térmica no interior da parte coberta, que é bem maior.

“Quando o Moda Center foi construído, ele foi pensado para ser uma feira coberta e não um centro comercial aberto. Hoje, nosso cliente busca por mais conforto e estamos trazendo esse projeto aqui para vocês para que ele seja discutido, debatido e colocado da forma mais transparente possível. Gostaria que mais condôminos tivessem vindo aqui, mas sei que teremos mais pessoas nas próximas reuniões”, disse Tales.

Em seguida, Ronaldo Silva, representante do setor de Negócios e Energia da empresa Greenyellow, deu detalhes do projeto de climatização a ser implantado no centro de compras, caso aconteça a aprovação mediante assembleia condominial.

O prazo para execução do projeto ficaria entre seis e sete meses, com várias etapas que vão desde a instalação de cortinas de ar em todas as áreas de entrada/saída da parte coberta, instalação de equipamentos condensadores e evaporadores, instalação de dutos apropriados, entre outros pontos.

Ainda segundo Ronaldo, todo o investimento será custeado pela empresa e o Moda Center iniciaria o pagamento, em parcelas mensais, somente após o projeto finalizado. O contrato da empresa com o Moda Center seria de 10 anos, incluindo-se todas as manutenções. Ao final, todos os equipamentos seriam incorporados ao patrimônio do Moda Center.

“Nossa proposta é que as temperaturas no Moda Center possam estar adequadas às normas vigentes a um ‘Open mall’ (centro comercial aberto). Isso caracteriza que as temperaturas que vamos nos comprometer estão entre 22 a 26 graus. Nosso projeto traz esse conceito e vamos fazer isso de acordo com essa norma”, pontuou.

Ao final das apresentações, foi aberto o espaço para perguntas do público. Entre as mais comuns, estavam os valores desse investimento pela Greenyellow e como o Moda Center faria esses pagamentos mensais. Uma das alternativas seria a cobrança de taxa extra, algo a ser discutido em outras reuniões com os condôminos em datas que serão divulgadas posteriormente.

Bruno Muniz 19 maio 2023 - 21:38m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
APAE (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
Valloriza / Jasfac
1Farma (Grande)
Integra Mais (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Mateus Assistência (Grande)

Mateus Assistência (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Sistemax (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Sam’s Sushi (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Moda Center (Grande)
Luciana Mendes (Grande)