Destaques Preço da gasolina marca novo recorde; diesel avança 3,27% e também é o maior já registrado

Preço da gasolina marca novo recorde; diesel avança 3,27% e também é o maior já registrado


Os preços da gasolina e do diesel subiram nesta semana e marcaram um novo recorde nos postos de combustíveis do país, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta sexta-feira (13)

O preço médio do litro da gasolina avançou pela quinta semana seguida e ficou em R$ 7,298, o que representa uma leve alta de 0,04% em relação ao levantamento anterior. Trata-se do maior valor nominal pago pelos consumidores desde que a ANP passou a fazer levantamento semanal de preços, em 2004.

O pico até então tinha sido registrado na pesquisa realizada na semana passada, entre os dias 1 e 7 de maio, quando o preço encontrado do litro da gasolina foi de R$ 7,295 o litro.

O maior preço apurado nos mais de 5 mil postos pesquisados pela ANP foi de R$ 8,990.

O balanço desta sexta da ANP também apontou um avanço de 3,27%, para R$ 6,847 o litro, no preço do diesel. Também é o maior valor nominal já apurado pela agência.

O maior preço do diesel encontrado foi de R$ 8,300.

Na segunda-feira, a Petrobras anunciou um novo aumento do o preço do diesel para as distribuidoras. O preço médio do litro vai passou de R$ 4,51 para R$ 4,91, uma alta de 8,87%.

No quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) trocou o comando do Ministério de Minas e Energia. Bento Albuquerque foi exonerado, a pedido, e Adolfo Sachsida foi nomeado como titular da pasta.

O balanço desta sexta da ANP também apontou um avanço de 3,27%, para R$ 6,847 o litro, no preço do diesel. Também é o maior valor nominal já apurado pela agência.

O maior preço do diesel encontrado foi de R$ 8,300.

Na segunda-feira, a Petrobras anunciou um novo aumento do o preço do diesel para as distribuidoras. O preço médio do litro vai passou de R$ 4,51 para R$ 4,91, uma alta de 8,87%.

No quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) trocou o comando do Ministério de Minas e Energia. Bento Albuquerque foi exonerado, a pedido, e Adolfo Sachsida foi nomeado como titular da pasta.

Com informações do G1

Bruno Muniz 15 maio 2022 - 8:02m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Oficina dos Óculos (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Athom (Grande)
ASCAP (Grande)
Dr. Napoleão Bezerra (Grande)
Ana Laura Personalizados (Grande)
Amanda Barros (Grande)
Pernambuco Proteção Veicular (Grande)
Farma Fácil (Grande)
Iran Bikes (Grande)

Postos Badú (Grande)
Ana Laura Personalizados (Grande)
Dr. Leonardo Brito (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Chiquinho Sorvetes (Grande)
JCL (Grande)
Valloriza (Grande)
Lis Bambini (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Sistemax (Grande)