Cotidiano

Idoso passa mal ao ser obrigado a retirar produtos de uma feira popular em Tabira, Pernambuco


Acusado de conduzir mal a situação, secretário de Finanças se pronunciou e disse que estão tentando transformar situação em algo de cunho político.

Um idoso de 86 anos que atua a mais de 50 anos na popular Feira do Rolo em Tabira, Pernambuco, passou mal na última quarta-feira (16) ao ser obrigado pela prefeitura local a retirar os seus produtos do local onde estava comercializando. Testemunhas lamentaram a situação de disseram que a situação ocorreu de maneira desproporcional já que vários guardas foram até o local para pressionar o comerciante a sair dali.

“A prefeitura manda quase dez guardas para amedrontar um idoso de mais de 80 anos que não resistiu nem teve nenhum tipo de conversa antes, isso é uma clara evidência que a gestão não sabe conduzir as situações”, relatou um dos moradores.

Entenda o caso

A Prefeitura Municipal de Tabira quer transferir os feirantes do local onde estão hoje para o bairro Espírito Santo Velho, porém muitos deles, por estarem no local há décadas, decidiram permanecer na Rua Rosa Xavier. Devido a isso, a gestão interditou o local. Após a interdição, um empresário cedeu um terreno próximo ao local onde era a feira antigamente e a prefeitura passou então a querer apreender as mercadorias visando impedir a comercialização no local.

O secretário de de Finanças, Gleison Rodrigues, foi duramente criticado pela forma como vem conduzindo a situação. Para muitos moradores que presenciaram as abordagens, o secretário aparenta visível despreparo na condução da situação.

Em um outro caso registrado nessa mesma semana, o mesmo havia ordenado que guardas municipais apreendessem os produtos de um vendedor de chá e café. Revoltados com o ocorrido, moradores do município que passavam pelo local compraram todo os itens para evitar que o comerciante tivesse prejuízo com sua mercadoria apreendida.

Na manhã desta quinta, Gleison Rodrigues realizou uma pronunciamento via live ao lado do secretário de Administração, César Pessoa, e alegou que existe um movimento na cidade de cunho político/partidário em relação a feira. Ele afirmou que as mudanças na feira são necessárias para que a cidade possa organizar a questão de mobilidade urbana local.

Bruno Muniz 17 fev 2022 - 11:05m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
APAE (Grande)
Integra Mais (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
1Farma (Grande)
Valloriza / Jasfac

Sistemax (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Auto Planos (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Sam’s Sushi (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
APAE (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Luciana Mendes (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)