Cultura

Violeira pernambucana Laís de Assis lança primeiro single da carreira


Violeira, violonista, arranjadora, pesquisadora e arte-educadora. A pernambucana Laís de Assis, uma das mais celebradas revelações da viola e da música instrumental brasileira, lança nesta sexta (5), nas principais plataformas de streaming, “Terra vermelha”. O primeiro single da artista integra o álbum “Ressemântica”, marcado para sair no dia 26 de novembro.

Composta por Laís, “Terra vermelha” imprime o sotaque da viola nordestina buscando criar diferentes ambientes sonoros com o instrumento. A música conta com a participação especial do percussionista Gilú Amaral, que apresenta um pulsante e envolvente encontro de alfaia e caxixis, com os contrapontos da tuba de Alex Santana e da percuteria de Johann Brehmer.

“’Terra Vermelha’ é reverência ancestral, instinto e luta. É chão fértil que cuida das suas raízes para assim florescer e frutificar. A composição é uma costura sonora inspirada nos ponteados das cantorias do repente nordestino”, destaca Laís de Assis.

Tanto a capa do single quanto a capa do disco “Ressemântica” foram criadas pela artista Karina Freitas.

O álbum “Ressemântica” é financiado pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura-PE), do Governo de Pernambuco.

Trajetória

Formada em viola de dez cordas (2018) e violão popular (2013) pelo Conservatório Pernambucano de Música, Laís de Assis foi aluna do professor e mestre violeiro Adelmo Arcoverde. É graduada em Música Licenciatura pela UFPE (2016), mestre em etnomusicologia pela UFPB (2018).

Participou de importantes eventos como o Festival RecBeat-SP (2021), Festival Cordas World Music-Açores, Portugal (2021), Festival Duos (2021), do Projeto Memória Brasileira-Violeiros do Brasil (2021), Sesc Jazz-Sesc Pompéia SP (2021) com Amaro Freitas e Ancestral Cumbe e da Abertura do Festival Janeiro de Grandes Espetáculos (2021).

Além do trabalho com a viola solo, Laís se apresenta com seu trio, integrado por Alex Santana (tuba) e Gilú Amaral (percussão). É ex-integrante do coletivo artístico feminino “A Dita Curva” e tem acompanhado vários artistas da cena musical pernambucana como as cantoras Isaar e Renata Rosa.

Foi professora de música do Sesc Pernambuco (2017-2020), onde coordenou alguns coletivos artísticos, dentre eles o Núcleo de Pesquisa em Música Nordestina, e dirigiu o espetáculo musical instrumental “Desemudecer” do Grupo de Choro do Sesc-PE, em 2019.

Bruno Muniz 03 nov 2021 - 21:25m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Mateus Assistência (Grande)
APAE (Grande)
JCL (Grande)
Integra Mais (Grande)
1Farma (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
Valloriza / Jasfac
Total (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)

APAE (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Moda Center (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Moura & Lima (Grande)
Luciana Mendes (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Sam’s Sushi (Grande)

REPORTAGEM ESPECIAL

House Club (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
Athom (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
João Januário Tecidos (Lateral)
Luciana Mendes (Lateral)
Integra Mais (Lateral)
Sam’s Sushi (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Auto Planos (Lateral)
Rede Ponto Com (Lateral)
Totali (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Moda Center (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
1Farma (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Moura & Lima (Lateral)
Centrus (Lateral)
BestNet (Lateral)
Stylus Óculos (Lateral)
Altas Horas (Lateral)
JCL (Lateral)
M Mestre Empreendimentos (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Vitta (Lateral)
Val Games (Lateral)
Aplicativo