Destaques Combustíveis devem aumentar ainda mais nos próximo dias

Combustíveis devem aumentar ainda mais nos próximo dias


Embora os consumidores estejam insatisfeitos com a alta nos preços dos combustíveis, eles podem subir ainda mais nas próximas semanas. Os valores praticados pela Petrobras nas refinarias estariam defasados, em média, 13% para a gasolina e 17% para o óleo diesel. A conclusão é de um levantamento da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom).

Em termos valores, a defasagem seria de R$ 0,42 para o litro da gasolina e R$ 0,60 no de óleo diesel. O cálculo foi feito com base nos critérios de Preço de Paridade de Importação (PPI). Esses centavos representam a diferença entre o preço praticado no mercado internacional, onde o Brasil compra os dois combustíveis, e os praticados pela estatal em âmbito doméstico.

Apesar de o Brasil ser o sétimo maior produtor e exportador mundial de petróleo, o parque nacional de refino não produz combustíveis em quantidade suficiente para abastecer o mercado interno: faltam, em média, 15% da gasolina e entre 25% e 30% do diesel.

A diferença entre a produção nacional e a demanda interna é adquirida no exterior. No entanto, a impossibilidade de comprar o produto mais caro fora do país e vender pelos preços praticados no mercado interno tem feito com que as empresas importem menos combustíveis, aponta Sérgio Araújo, presidente-executivo da Abicom.

“Podemos ter comprometimento do abastecimento no Brasil. Os últimos dados que temos são de agosto, quando 83% da gasolina importada foi trazida pelo Brasil pela Petrobras. As distribuidoras e importadoras privadas ficaram com apenas 17% do total. A Petrobras tem importado muito porque está praticando preços abaixo da paridade e não tem como atender à demanda, mas precisa garantir o abastecimento”, afirma Araújo.

Na sexta-feira (8), a Petrobras anunciou novos aumentos nos preços dos combustíveis, cobrados nas refinarias. O litro da gasolina passou de R$ 2,78 para R$ 2,98, após 58 dias do reajuste anterior. No acumulado do ano, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o produto já subiu 36%. O óleo diesel, que não aumentou desta vez, subiu 37% desde 1º de janeiro.

Pesquisador do Centro de Estudos e Regulação e Infraestrutura (FGV/Ceri), Diogo Lisbona entende que a Petrobras tem respeitado a PPI, mas reconhece que há defasagem nos preços, e que o mercado tem encontrado dificuldade em estabelecer um ponto de equilíbrio.

Com informações da CNN

Bruno Muniz 14 out 2021 - 13:06m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Total (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
Integra Mais (Grande)
APAE (Grande)
JCL (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
1Farma (Grande)
Valloriza / Jasfac
Novo Atacarejo (Grande)

Mateus Assistência (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Moura & Lima (Grande)
Sistemax (Grande)
Auto Planos (Grande)
Luciana Mendes (Grande)
Moda Center (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)

REPORTAGEM ESPECIAL

Bahia Ferragens (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
1Farma (Lateral)
Totali (Lateral)
Sam’s Sushi (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Auto Planos (Lateral)
Luciana Mendes (Lateral)
Integra Mais (Lateral)
Centrus (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
João Januário Tecidos (Lateral)
Vitta (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
House Club (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Moura & Lima (Lateral)
Stylus Óculos (Lateral)
Val Games (Lateral)
Rede Ponto Com (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
M Mestre Empreendimentos (Lateral)
Athom (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Altas Horas (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
JCL (Lateral)
BestNet (Lateral)
Aplicativo