Política Atuando na CPI da Covid-19, senador pernambucano Humberto Costa desfruta de alimentação com valor alto e outras regalias bancadas com dinheiro público

Atuando na CPI da Covid-19, senador pernambucano Humberto Costa desfruta de alimentação com valor alto e outras regalias bancadas com dinheiro público


Em maio, com a CPI da Covid em andamento, o senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, gastou R$ 9.634,10 da cota parlamentar a que tem direito para despesas com alimentação, combustível e aluguel de carro. Foi o maior gasto do senador petista com essas finalidades desde novembro do ano passado.

As notas fiscais apresentadas para ressarcimento do Senado e consultadas por O Antagonista incluem um jantar numa segunda-feira, em Brasília, com direito a esfirras e torta de chocolate. Nessa ocasião, o senador tomou um vinho português de R$ 112, mas bebidas alcoólicas não são ressarcidas.

O Senado também ressarciu um lanche que Humberto Costa fez no domingo, dia 30, à noite: hambúrguer e Coca-Cola, no valor de R$ 64.

Um dia antes, um sábado, o senador almoçou em um restaurante em Brasília, tomou chopp e cerveja, comeu bacalhau, fraldinha e burrata com molho pesto. Tirando as bebidas alcoólicas e a gorjeta, o Senado ressarciu R$ 225,25 da nota de R$ 310,80 apresentada pelo petista. Até o limão espremido de R$ 0,50 na água com gás de Humberto foi pago com o dinheiro público a que ele tem direito.

Em 7 de maio, uma sexta-feira, após a segunda semana de trabalho na CPI, Humberto Costa jantou em um restaurante em Brasília e também apresentou nota para o Senado ressarcir: sem a gorjeta, o senador recebeu de volta R$ 284,01. A conta incluiu shitake e até um profiteroles (sobremesa feita com uma massa açucarada recheada com cremes, sorvetes e caldas).

Com a CPI em andamento, Humberto intensificou as viagens de avião entre Brasília e Recife: os gastos com passagens aéreas em maio, ressarcidos pelo Senado, somaram R$ 7.239,85 — o maior valor gasto pelo senador para essa finalidade desde novembro de 2019.

Mesmo passando a maior parte do tempo em Brasília, o petista também recorreu ao cotão, em maio, para alugar um Jeep Compass por R$ 6,8 mil: o veículo ficou disponível para ele o mês inteiro em Recife. Nós também pagamos.

O chamado “cotão” é dinheiro público a que os congressistas têm direito para gastar com quase tudo o que você conseguir imaginar. Existe um limite mensal de gastos, mas não é preciso comprovar a relação das despesas com a atividade parlamentar: basta apresentar as notas e nós pagamos tudo. 

Com informações de O Antagonista

Bruno Muniz 18 jun 2021 - 19:32m

0 Comentários

Deixe uma resposta


João Januário Tecidos (Grande)
APAE (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
JCL (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
1Farma (Grande)
Integra Mais (Grande)
Valloriza / Jasfac
Total (Grande)

Mateus Assistência (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
APAE (Grande)
Moda Center (Grande)
Sistemax (Grande)
Luciana Mendes (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Moura & Lima (Grande)
Auto Planos (Grande)

REPORTAGEM ESPECIAL

Val Games (Lateral)
Altas Horas (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Rede Ponto Com (Lateral)
Luciana Mendes (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
M Mestre Empreendimentos (Lateral)
Stylus Óculos (Lateral)
Athom (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
JCL (Lateral)
Integra Mais (Lateral)
1Farma (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Totali (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
BestNet (Lateral)
Sam’s Sushi (Lateral)
Centrus (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
João Januário Tecidos (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Auto Planos (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Vitta (Lateral)
House Club (Lateral)
Moura & Lima (Lateral)
Aplicativo