Economia Aneel reajusta valor da bandeira tarifária vermelha 2

Aneel reajusta valor da bandeira tarifária vermelha 2


Reajuste de 52% será pago a partir de julho.

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, hoje (29), em Brasília, o índice de reajuste do valor da bandeira tarifária a ser pago pelos consumidores na conta de luz a partir de julho.

Com isso, o custo da bandeira vermelha 2, o mais alto do sistema, aumenta de R$ 6,24 para R$ 9,49 para cada 100 kwh (quilowatt-hora) consumidos – um reajuste de 52% sobre o valor que já vinha sendo cobrado desde junho e que a agência prevê que siga em vigor até pelo menos novembro, devido ao baixo índice de chuvas em boa parte do país e a consequente queda do nível dos reservatórios hídricos.

A diretoria da agência também decidiu os novos valores para as outras bandeiras. A amarela será de R$ 1,874 a cada 100 kWh e a vermelha patamar 1, de R$ 3,971 a cada 100 kWh. A bandeira verde, que indica boas condições de geração de energia, é gratuita desde a adoção do sistema, em 2015

O índice de reajuste aprovado foi defendido pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone, para quem o nível de reajuste das tarifas não configura um aumento imprevisto para os consumidores.

“A questão da bandeira é, acima de tudo, uma ferramenta de transparência, pois, sinaliza, mês a mês, as condições de geração [energética] no país. [Condições estas] que refletem os custos cobrados. Não existe, portanto, um novo custo. É um sinal de preços que mostra ao consumidor o custo real da geração no momento em que ela ocorre. Dando, inclusive, oportunidade do consumidor de se preparar e adaptar o seu consumo, fazendo um uso mais consciente da energia”, disse Pepitone, afirmando que o país enfrenta uma “crise hídrica que se reflete no setor elétrico”, obrigando o acionamento de usinas térmicas, mais caras.

Participação pública

Por sugestão do diretor Sandoval de Araújo Feitosa Neto, a Aneel ainda vai discutir a realização de uma audiência pública para, nas palavras de Neto, “trazer à luz o cenário que estamos vivenciando”. Segundo ele, simulações técnicas demonstram que o país está em meio a um “cenário hidrológico excepcional” que exige “um tratamento extraordinário das bandeiras tarifárias” a fim de evitar prejuízos ao sistema.

“Há grande probabilidade de termos, no segundo semestre, cenários mais críticos do que o histórico até aqui conhecido”, declarou Neto, admitindo que, para zerar o risco de déficit projetado, seria necessário elevar ainda mais o valor do patamar 2 da bandeira vermelha.

“Mantido o nível de cobertura da bandeira vermelha, patamar 2, é bastante provável que haja déficit de arrecadação, ou seja, que os custos superem as receitas geradas pelo mecanismo”, acrescentou. “Se nada for feito e a bandeira permanecer com os resultados da metodologia [aplicada nos estudos], teríamos, de julho a dezembro, um déficit de aproximadamente de R$ 5 bilhões na conta-bandeira, com uma probabilidade acima de 78% de ser, de fato, acima de R$ 2 bilhões.”

De acordo com o diretor-geral da agência, André Pepitone, em abril o déficit chegava a R$ 1,5 bilhões. “Em boa parte do ano de 2020, houve um superavit de R$ 1,5 bi. Isto se degradou a partir de setembro/outubro, quando este superavit virou déficit”, comentou Pepitone, prevendo que o déficit tende a aumentar a partir de julho.

Bruno Muniz 29 jun 2021 - 14:51m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Athom (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe
Ana Laura Personalizados (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Dr. Napoleão Bezerra (Grande)
Oficina dos Óculos (Grande)
Bahia Ferragens (Grande)

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe
Novo Atacarejo (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Lis Bambini (Grande)
Ana Laura Personalizados (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)
Sistemax (Grande)
Dr. Leonardo Brito (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)

MATÉRIA EM DESTAQUE

Ana Laura Personalizados (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Athom (Lateral)
Dr Napoleão Bezerra (Lateral)
WG Aviamentos (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Pernambuco Proteção Veicular (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
Iran Bikes (Lateral)
Dr. Leonardo Brito (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Valloriza (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Val Games (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
ASCAP (Lateral)
Postos Badu (Lateral)
BestNet (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
Amanda Barros (Lateral)
Farma Fácil (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Quero Sandálias (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Chiquinho Sorvetes (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
JCL (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Sistemax (Lateral)
House Club (Lateral)
Oficina dos Óculos (Lateral)
Gelar Climatização (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Aplicativo