Economia Por que os produtos estão aumentando tanto? ─ Por Rômulo Renan, economista

Por que os produtos estão aumentando tanto? ─ Por Rômulo Renan, economista


Está sendo perceptível o aumento generalizado dos preços, nos últimos 12 meses que já acumulou cerca de 30% (IGP-10) de aumento, efeito que é ruim para todos. O aumento de preço tende a afetar mais a quem tem suas receitas corrigidas posterirormente, como quem recebe com base em salário que não recebe a recomposição a tempo, ficando com o poder de compra menor a cada dia. Aquele que recebe salário mínimo tende a sofrer mais com a instabilidade econômica.

O aumento generalizado se dá por diversos fatores, primeiramente devido a diminuição da produção em diversos setores da economia devido a pandemia, com a oferta em baixa a tendência é escassez. O dólar compõe parte do preço de muitos produtos, alguns mais outros menos, exemplo do simples pão que sofre essa influencia. Como o dólar aumentou bastante, muitos bens aumentam com a cotação da moeda americana em alta. Houve também uma maior demanda por produtos de exportação brasileiro principalmente as commodities, fazendo aumentar mais os preços e diminuir a oferta interna. Por fim, o auxilio emergencial concedido a grande parte da população à uma demanda fraca fez gerar uma aceleração por determinados bens mais básicos.

A tendência é estabilização com o tempo, alguns produtos devem baixar com a retomada da produção, outros devem permanecer mais altos devido ao preço do dólar, mas tudo depende do comportamento dos causadores (oferta, demanda, cambio, expectativas) e como a politica econômica do governo vai reagir para frear este cenário.        

Cabe o bom senso também, em um momento de pandemia e com os preços em alta é melhor adiar a compra e esperar os preços acomodarem. Infelizmente ou felizmente é uma linha muito tênue entre oportunidade e oportunismo, quando se tem algo à venda é natural procurar vender pelo maior valor possível.    

Espera-se uma estabilização e uma ordenação mais plausível por pare do governo, nossa moeda já estar sub valorizada e redução do poder de compra da população só faz a criar um ambiente desfavorável para investimentos e a geração de empregos.

Por Rômulo Renan

Bruno Muniz 22 abr 2021 - 7:39m

0 Comentários

Deixe uma resposta


1Farma (Grande)
Integra Mais (Grande)
APAE (Grande)
Valloriza / Jasfac
Novo Atacarejo (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)
JCL (Grande)
Mateus Assistência (Grande)

Kits Elásticos (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Auto Planos (Grande)
Moda Center (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Sistemax (Grande)
Sam’s Sushi (Grande)
APAE (Grande)

REPORTAGEM ESPECIAL

Moda Center (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Luciana Mendes (Lateral)
Integra Mais (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
1Farma (Lateral)
Altas Horas (Lateral)
JCL (Lateral)
House Club (Lateral)
Moura & Lima (Lateral)
Rede Ponto Com (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
M Mestre Empreendimentos (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Stylus Óculos (Lateral)
Athom (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
João Januário Tecidos (Lateral)
BestNet (Lateral)
Vitta (Lateral)
Centrus (Lateral)
Sam’s Sushi (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Auto Planos (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Val Games (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Aplicativo