Economia Novo auxílio emergencial é menor, mas ainda impacta famílias

Novo auxílio emergencial é menor, mas ainda impacta famílias


Governo mudou regras e valores, mas não é preciso novo cadastro, explica especialista.

Concedido para pessoas em situação de vulnerabilidade social, o novo auxílio emergencial teve seus valores alterados em 2021. Conforme as regras da Medida Provisória 1039/21, o pagamento já está sendo feito, desde o dia 6 de abril, em quatro parcelas mensais, de abril a julho. Cerca de R$ 44 bilhões foram destinados ao auxílio emergencial por meio da promulgação da Emenda Constitucional 109/2021, a chamada PEC Emergencial.

Mesmo com a redução dos valores, por conta de questões orçamentárias, o benefício deve ter impacto para as famílias que o receberem.

“O auxílio emergencial tem se mostrado uma fonte de subsistência para boa parte da população. Promove a redução da pobreza e faz girar a economia como um todo, pois as pessoas que recebem vão gastar e favorecer principalmente os pequenos comércios”, destaca Thaluana Alves, especialista em Direito do Trabalho e Direito Empresarial.

Além da mudança dos valores, dessa vez só um membro de cada residência poderá receber o pagamento.

“Não será preciso fazer novo cadastro ou atualizar o já existente, pois a nova rodada é uma extensão dos primeiros pagamentos e não serão aceitos novos cadastros”, explica a advogada.

No ano passado foram duas rodadas de auxílio: cinco parcelas de R﹩ 600 e quatro de R﹩ 300. Mulheres chefes de família receberam o dobro desses valores e mais de uma pessoa por família tinha direito ao recurso.

Confira as principais dúvidas:

Qual o valor do auxílio emergencial 2021?

Pessoa que mora sozinha: R$ 150

Mãe solteira que sustenta a família: R$ 375

Demais famílias: R$ 250

Quem tem direito a receber o auxílio emergencial em 2021?

Todos os trabalhadores informais, inscritos no CadÚnico e beneficiários do Bolsa Família que já recebiam o auxílio emergencial de R$ 600 ou a extensão do auxílio emergencial de R$ 300 em dezembro de 2020.

Quais os beneficiários do Bolsa Família que receberão o auxílio?

Os atuais beneficiários do programa social têm direito ao auxílio emergencial, desde que o valor do benefício do Bolsa Família seja menor que a parcela do auxílio.

Quais são as datas de pagamento?

Como em 2020, a nova rodada do auxílio emergencial será paga com dois calendários distintos: um para o público geral, que segue o mês de nascimento do beneficiário, e outro para o Bolsa Família.

É possível pedir o auxílio emergencial?

Trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico que não receberam auxílio emergencial em 2020 não podem pedir o benefício em 2021. Será usado o cadastro encerrado em 3 de julho de 2020. O benefício será pago automaticamente a quem estava recebendo o auxílio de R﹩ 600 ou a extensão de R﹩ 300 em dezembro do ano passado e que cumpra as regras atuais.

Como posso saber se vou receber o auxílio?

A consulta pode ser feita na plataforma especial do auxílio, bastando informar nome completo, data de nascimento, CPF e nome da mãe. A verificação também pode ser feita no site auxilio.caixa.gov.br e no telefone 111, da Caixa Econômica Federal.

Quem teve o auxílio emergencial de R$ 600 ou a extensão de R$ 300 canceladas poderá receber o benefício em 2021?

Não. A legislação veda o acesso ao auxílio emergencial a quem teve o benefício cancelado.

O CPF precisa estar regularizado?

Sim. O contribuinte precisa estar com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) em dia para ter direito à nova rodada do auxílio emergencial. A situação também deverá estar regularizada com a Receita Federal.

Bruno Muniz 19 abr 2021 - 15:35m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Pernambuco Proteção Veicular (Grande)
Gelar Climatização (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Ana Laura Personalizados (Grande)
220 Cabeamentos (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Athom (Grande)
Iran Bikes (Grande)

Bahia Ferragens (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
Chiquinho Sorvetes (Grande)
Quero Sandálias (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Gedália Silva (Grande)
Dr. Leonardo Brito (Grande)
Best Net (Grande)
Sistemax (Grande)
ASCAP (Grande)

MATÉRIA EM DESTAQUE

ASCAP (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Val Games (Lateral)
220 Cabeamentos (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Gelar Climatização (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
Quero Sandálias (Lateral)
Dr. Leonardo Brito (Lateral)
Farma Fácil (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Oficina dos Óculos (Lateral)
Chiquinho Sorvetes (Lateral)
WG Aviamentos (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Moda Center (Lateral)
House Club (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Postos Badu (Lateral)
BestNet (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
JCL (Lateral)
Pernambuco Proteção Veicular (Lateral)
Amanda Barros (Lateral)
Iran Bikes (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Ana Laura Personalizados (Lateral)
Dr Napoleão Bezerra (Lateral)
Athom (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Valloriza (Lateral)
Aplicativo