Economia Com bandeira amarela, conta de luz ficará mais barata em janeiro

Com bandeira amarela, conta de luz ficará mais barata em janeiro


Sendo assim, custo adicional será de R$ 1,343 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

As contas de luz ficarão mais baratas em janeiro de 2021. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta quarta-feira, 23, que acionará bandeira amarela no próximo mês, com custo adicional de R$ 1,343 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Os consumidores vão continuar pagando um adicional, mas o valor será inferior ao vigente em dezembro. Neste mês foi acionada bandeira vermelha 2, patamar mais alto do sistema, com cobrança de R$ 6,243 a cada 100 kWh.

Segundo a agência reguladora, a previsão hidrológica para o mês que vem sinaliza elevação no nível dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN), o que possibilita o aumento na produção de energia nas usinas hidrelétricas.

“A previsão hidrológica para janeiro do ano que vem sinaliza elevação das vazões afluentes aos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional, cenário que levou ao incremento no patamar da produção hidrelétrica, com a consequente redução nos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF), e no preço da energia (PLD) em relação ao mês passado”, diz a nota.

A agência, no entanto, reforça ações relacionadas ao uso consciente e ao combate ao desperdício de energia.

Bandeiras tarifárias

As bandeiras tarifárias foram criadas em 2015 para sinalizar ao consumidor o custo da geração de energia elétrica no País. Na prática, as cores e modalidades – verde, amarela ou vermelha – indicam se haverá ou não cobrança extra nas contas de luz.

Neste ano, o sistema voltou a vigorar em 1º de dezembro. O mecanismo havia sido suspenso em maio por conta da pandemia do novo coronavírus, mas as condições atuais de geração não permitiram manter as contas sem cobrança adicional.

No sistema atual, na cor verde, não há cobrança de taxa extra, indicando condições favoráveis de geração de energia no País. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,343 a cada 100 kWh consumidos.

Já a bandeira vermelha pode ser acionada em dois níveis, dependendo da quantidade de termelétricas acionadas. No primeiro nível, o adicional é de R$ 4,169 a cada 100 kWh. No segundo nível, a cobrança extra é de R$ 6,243 a cada 100 kWh.

Bruno Muniz 24 dez 2020 - 8:31m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Farma Fácil (Grande)
Dr. Napoleão Bezerra (Grande)
Floricultura Flor de Cheiro (Grande)
WG Aviamentos (Grande)
Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe
Immobilis Negócios Imobiliários (Grande)
ASCAP (Grande)
Bahia Ferragens (Grande)
Athom (Grande)
Mateus Assistência (Grande)

Mamuska Pizza (Grande)
Quero Sandálias (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)
Bahia Ferragens (Grande)
Floricultura Flor de Cheiro (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Iran Bikes (Grande)
Best Net (Grande)
ASCAP (Grande)
Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

MATÉRIA EM DESTAQUE

RC Tecidos (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Floricultura Flor de Cheiro (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Quero Sandálias (Lateral)
Sistemax (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
House Club (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
Oficina dos Óculos (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Valloriza (Lateral)
Chiquinho Sorvetes (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Iran Bikes (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
Athom (Lateral)
Gelar Climatização (Lateral)
WG Aviamentos (Lateral)
ASCAP (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Farma Fácil (Lateral)
JCL (Lateral)
Dr Napoleão Bezerra (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Postos Badu (Lateral)
Mamuska Pizzaria (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
Val Games (Lateral)
BestNet (Lateral)
Amanda Barros (Lateral)
Pernambuco Proteção Veicular (Lateral)
Aplicativo