Cotidiano Pesquisa inédita da Mercer revela que maioria das empresas pretende implementar mudanças organizacionais em 2020

Pesquisa inédita da Mercer revela que maioria das empresas pretende implementar mudanças organizacionais em 2020


A crise provocada pelo COVID-19 e o subsequente sentimento generalizado de incerteza estão acelerando as mudanças na forma como as organizações ao redor do mundo estão trabalhando e continuarão a trabalhar no futuro. A digitalização cada vez maior da economia, a necessidade de modernização e de outras soluções de negócio têm incentivado a inovação nas empresas, que passaram a rever e a diversificar suas ofertas de produtos e serviços.

Transformações organizacionais

Pesquisa da Mercer, líder global de consultoria em carreira, saúde, previdência e investimentos, realizada em julho de 2020 com 134 empresas de diferentes setores econômicos no Brasil, revela que 77% delas se sentem muito impelidas a efetuar transformações, tanto na estrutura da organização quanto na forma como as pessoas trabalham. As áreas mais impactadas por essas transformações são, pela ordem, TI, Administração, Comercial e Recursos Humanos. Por outro lado, o gerenciamento dessa transformação está sob a responsabilidade do próprio RH na maioria das empresas (76%), seguido pela Presidência, em 64%.

Para levar a cabo todas as mudanças, a pesquisa indica que as empresas estão usando um arsenal de recursos. Entre eles estão a implementação de novas métricas (7%) e de novos modelos de planejamento da força de trabalho (39%), além do assessoramento por consultorias especializadas (42%).

O RH na linha de frente

O estudo aponta ainda os principais desafios da área de RH em virtude do cenário causado pela pandemia do novo Coronavírus. Em primeiro lugar vem a necessidade de aumentar a frequência e a transparência da comunicação com os colaboradores, seguida da exigência de automatizar processos e de redesenhar processos para torná-los mais virtuais. Em quarto lugar aparece a necessidade de, cada vez mais, ser capaz de utilizar a análise de dados sobre a força de trabalho para poder dar suporte às decisões de negócios.

Respostas ao COVID serão permanentes

Ainda de acordo com a pesquisa, algumas respostas ao COVID-19 implementadas pelas empresas devem se tornar permanentes nas práticas de trabalho:

Para o líder de negócios de Career da Mercer Brasil, Antonio Salvador, as transformações organizacionais são imprescindíveis tanto para a adaptação ao novo contexto econômico, quanto para impulsionar as mudanças que serão necessárias para a sobrevivência das empresas.

“De acordo com o World Economic Forum, mais de 20% dos empregos atuais deixarão de existir nos próximos anos. Além disso, cerca de 60% das empresas estão planejando a automatização crescente do trabalho. E cerca de 79% dos executivos acreditam que os trabalhadores temporários substituirão substancialmente o emprego de tempo integral até 2024. Essas tendências, que foram aceleradas pela pandemia no primeiro semestre deste ano, indicam que as empresas estão revisando seu tamanho, sua forma e também o conjunto de habilidades requeridas de seus empregados”.

De acordo com Salvador, a necessidade de transformação surge em diferentes momentos de vida das organizações.

“Independentemente da situação que a empresa estiver atravessando, seja uma startup, seja uma companhia madura ou uma organização em momento de declínio, o importante é que a liderança saia do medo que imobiliza e encare o momento como uma oportunidade de realinhamento e de ganho de eficiência. A mudança, no mundo organizacional, é um fato constante e precisa ser encarada de forma positiva”, finaliza o consultor.

Sobre a Mercer

A Mercer oferece aconselhamento e soluções orientadas à tecnologia que ajudam as organizações a atender às necessidades de carreira, previdência, investimentos e saúde de uma força de trabalho em constante mudança. São mais de 25.000 funcionários localizados em 44 países e com atuação em mais de 130. A Mercer é uma subsidiária integral da Marsh & McLennan Companies (NYSE: MMC), a principal empresa global de serviços profissionais nas áreas de risco, estratégia e pessoas. Com mais de 76 mil colegas e receita anual de mais de US﹩ 17 bilhões, a Marsh & McLennan apoia seus clientes a navegar em um ambiente cada vez mais dinâmico e complexo.

Keilla Brito 23 set 2020 - 16:24m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Cetias (Grande)
JCL (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Clim Center (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Farma Fácil (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
Instituto Olavo Bilac (Grande)

Arrumadinho (Grande)
Design Riscos (Grande)
Lis Bambini
Vitta (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Dr. Leonardo Brito
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Jasfac (Grande)
Alan Vidros (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)