Cotidiano Pernambuco proíbe distribuição gratuita e comercialização de canudos de plástico

Pernambuco proíbe distribuição gratuita e comercialização de canudos de plástico


Lei promulgada pela Assembleia Legislativa atinge hotéis, bares, lanchonetes e padarias, que têm até 1º de janeiro de 2022 para se adequar.

Pernambuco ganhou uma lei que proíbe a distribuição gratuita de canudos de plástico para a ingestão de líquidos, em todos os estabelecimentos comerciais do estado. A norma número 16.962, promulgada pela Assembleia Legislativa (Alepe), também impede a comercialização desse tipo de produto. A proibição atinge hotéis, restaurantes, bares, lanchonetes e padarias.

Ainda de acordo com a lei, publicada no Diário Oficial do Legislativo desta terça-feira (21), os estabelecimentos terão um prazo para se adequar a essa nova legislação. A norma determina que a proibição entrará em vigor em 1º de janeiro de 2022.

A lei estabelece que, a partir da entrada em vigor dos efeitos da legislação, os estabelecimentos deverão disponibilizar para os clientes canudos de papel.

Esse produto, segundo a norma, precisará ser confeccionado com material biodegradável, metal ou vidro, caso haja a necessidade de utilização por pessoa com deficiência.

Além da proibição, a lei determina que os estabelecimentos realizem ações para estimular o uso de canudos produzidos em papel ou outra matéria biodegradável, bem como de canudos reutilizáveis.

O descumprimento dessas normas sujeitará o infrator a penalidades previstas na Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. Entre elas, estão multa, suspensão das atividades e até a interdição.

A norma, que entrou em vigor na segunda (20), prevê que a fiscalização seja realizada pelos órgãos públicos. Eles ficarão com a responsabilidade de aplicar as sanções decorrentes de infrações, “mediante procedimento administrativo, assegurada ampla defesa”.

A lei foi promulgada a partir de um projeto de autoria da deputada Simone Santana (PSB) e do ex-deputado Everado Cabral (PP). Medidas semelhantes já foram adotadas em São Paulo (SP) e em Fortaleza (CE).

Bruno Muniz 22 jul 2020 - 18:25m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Total (Grande)
1Farma (Grande)
Valloriza / Jasfac
Mateus Assistência (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
Integra Mais (Grande)
APAE (Grande)
JCL (Grande)
João Januário Tecidos (Grande)

Novo Atacarejo (Grande)
APAE (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Moura & Lima (Grande)
Auto Planos (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Sistemax (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Cetias (Grande)

REPORTAGEM ESPECIAL

M Mestre Empreendimentos (Lateral)
Luciana Mendes (Lateral)
Vitta (Lateral)
Sistemax (Lateral)
RC Tecidos (Lateral)
Agreg Comunicação (Lateral)
Totali (Lateral)
Cabeça Gesso (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
Integra Mais (Lateral)
Mateus Assistência (Lateral)
Rede Ponto Com (Lateral)
Sam’s Sushi (Lateral)
João Januário Tecidos (Lateral)
Stylus Óculos (Lateral)
Val Games (Lateral)
Bahia Ferragens (Lateral)
Auto Planos (Lateral)
Altas Horas (Lateral)
Mandacaru Açaiteria (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Immobilis Negócios Imobiliários (Lateral)
JCL (Lateral)
1Farma (Lateral)
Athom (Lateral)
Arrumadinho (Lateral)
Centrus (Lateral)
BestNet (Lateral)
House Club (Lateral)
Dra Patrícia Queiroz (Lateral)
Novo Atacarejo (Lateral)
Cetias (Lateral)
Moura & Lima (Lateral)
Kits Elásticos (Lateral)
Aplicativo