Destaques Moradora de Vertentes com Covid-19 denuncia Secretaria de Saúde: “Uma negligência tremenda”

Moradora de Vertentes com Covid-19 denuncia Secretaria de Saúde: “Uma negligência tremenda”


Se utilizando de suas redes sociais, a moradora de Vertentes, Renata Gomes, fez uma denúncia contra a Secretaria de Saúde da cidade. Ela que foi diagnosticada com coronavírus afirmou em um extenso texto publicado nas redes que a pasta de saúde da cidade não estaria seguindo os passos conforme recomendam os órgãos nacionais e mundiais de saúde.

Renata detalhou a sua batalha ao longo de dias para conseguir o resultado adequado para a sua enfermidade. A mesma destacou ainda que o órgão de saúde municipal teria lhe dado um diagnóstico de dengue, mas isso não a convenceu e ela buscou então outras unidades de saúde da região.

Confira o texto:

ESCLARECIMENTO

“Oi gente vou contar aqui a vocês o que me aconteceu desde quando senti os primeiros sintomas, até hoje quando recebi o resultado do exame. Vamos lá… Quando comecei sentir os sintomas de imediato notifiquei a Secretaria de Saúde de nossa cidade, nisso veio até minha residência um dos secretários (porque são tantos) que até nos perdemos. Mas, vamos lá… ele veio preencheu os dados até aí tudo bem, antes de ir embora disse a mim que vinha alguém para ficar fazendo o monitoramento. No dia seguinte eu passei mal em casa fui levada e atendida na unidade mista com os sintomas do Covid-19 e estava totalmente inconsciente.

O que me deixou mais revoltada com o atendimento foi que, depois de os enfermeiros fazer uma medicação em mim para saber se eu poderia ou não ir para casa o próprio enfermeiro teve que ir até a sala do médico e perguntou porque nem voltar para me ver ele voltou, então voltei para casa. No dia seguinte novamente me senti mal só que permaneci em casa pois foi a orientação recebida ‘fique em casa’. Pra eles a unidade mista é para quando já está com a vela na mão para morrer. Não obtendo melhoras fui para cidade vizinha, Toritama. Chegando lá fui submetida a fazer um raio-x e um hemograma completo, fiz esses dois procedimentos recebi o resultado horas depois, e os resultados não foram nada satisfatórios. Mas, voltei para casa para ser acompanhada, monitorada pela Secretaria de Saúde de minha cidade. Dias depois… recebo a visita do enfermeiro para fazer o tal monitoramento, porque pensava eu que esse monitoramento era para ser feito todos os dias, que nada… veio fez uma ou duas perguntas e foi embora.

E nisso passou-se mais uns dias e os sintomas se agravando, nisso vieram fazer o teste rápido aqui na minha casa. Uma negligência tremenda, fizeram uma coleta muito mal feita por sinal, que acabou ficando seringas, agulhas (usadas) na sala de minha casa, sem contar na falta de higiene de um dos profissionais que no momento da coleta estava sem luvas. Não sei dizer se o procedimento de armazenamento deles estavam corretos, sei que mesmo com todas essas falhas citadas acima levaram meu sangue pra ser examinado. O pior é essa parte que vou contar agora, o resultado me foi dado por telefone, vejam bem… Por uma ligação de celular… Eu seria notificada como DENGUE, que meu teste pra Covid-19 tinha dado NEGATIVO. Mas, nada me convenceu, porque como se faz um teste pra Covid-19 e eles te dão um resultado de Dengue, sem ter feito sorologia nenhuma? Complicado né? Mas, vamos lá.

Tem mais. Daí então não apareceu mais ninguém pra fazer monitoramento. E os sintomas continuaram, não tinha melhoras. E mais uma vez voltei a passar mal, precisando de socorro médico… Só que daí já optei por ir direto pra Toritama. Ao chegar lá… (Isso já foi na última sexta-feira dia 15 de maio) refiz o raio-X e o hemograma. Quando estava conversando com a moça do laboratório ela me fazendo algumas perguntas e eu respondendo lógico… Percebi uma enfermeira que trabalha lá, mas também trabalha aqui no SAMU. E ao responder algumas perguntas disse que não estava sentindo melhoras, e que não estava satisfeita com o teste feito pela equipe de Saúde de Vertentes, contei que vi muitas falhas. De imediato a tal enfermeira pegou o seu celular e fez uma ligação. (Uma fofoca) pra ser mais precisa. Ela ligou para um dos secretários de Saúde de Vertentes o número 1. E falou pra ele que eu estava falando mal da saúde de Vertentes. Resumindo… Ela se meteu onde não devia, não cabia a ela, porque em nenhum momento me dirigiu a palavra. Até aí tudo bem… Vamos a parte que interessa. Fui pra Caruaru fiz o teste do Covid-19, e estava esperando o resultado. O resultado saiu, e vocês querem saber qual foi? POSITIVO, isso mesmo EU TESTEI POSITIVO PARA O COVID-19.

Quando chego em casa, por volta de 15h, recebo uma ligação do médico e secretário de saúde n° 1, totalmente revoltado e enraivecido comigo, porque já estava sabendo que eu tinha dito no laboratório em Toritama, a enfermeira já tinha passado tudo pra ele. Mas, na verdade o que ele queria era que eu me CALASSE, que eu dissesse que a saúde daqui é mil maravilhas, onde na verdade não é. Por isso, senhores gestores do município, secretaria de Saúde e quem quer mais que seja vocês estão tratando as pessoas, os doentes principalmente como nem animais merecem ser tratados. Digo mais se a saúde daqui é boa para alguns, para outros como no meu caso não é, e por isso não vou me CALAR. Tem negligência SIM! Tem falta de respeito, de humanidade e principalmente de compromisso com a vida e saúde das pessoas. Deixo mais uma dica: se a equipe está despreparada, CAPACITE-AS! Nós munícipes merecemos, afinal vocês estão lidando com vidas, nosso bem mais precioso…

Saúde! Deixando bem claro que não dependo politicamente de nenhum dos gestores da cidade, sou autônoma, trabalho pra me manter. Digo mais ao senhor secretário de saúde que ao invés de está ligando para as pessoas tentando coagir as mesmas, vá cuidar do que é de seu dever. Tem muito o que se fazer na “falecida” saúde de Vertentes. Tem mais… Não entendo esse sigilo tido que dizem ter na saúde. Onde os monitoramentos são feitos através de uma mensagem via WhatsApp, os agentes de saúde perguntando como estou. Ora, se fosse pra ser assim eu mesmo fazia e passava pra eles, coitados… Nem culpa tem, são todos coagidos também”, escreveu Renata Gomes no Facebook.

A nossa reportagem entrou em contato com o secretário de saúde de Vertentes, o Dr. Helder Corrêa, e aguarda uma resposta do mesmo sobre as declarações feitas pela moradora da cidade infectada com o novo coronavírus.

Jefferson Felipe 19 maio 2020 - 10:57m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
Farma Fácil (Grande)
Clim Center (Grande)
Cetias (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
RC Tecidos (Grande)
Bezerra Poços (Grande)

Alan Vidros (Grande)
Dr. Leonardo Brito
Vitta (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)
Arrumadinho (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Best Net
Design Riscos (Grande)
Simone Joias (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)