Cotidiano Empresa que locou geradores para prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe se posiciona após vídeo com questionamentos sobre endereço

Empresa que locou geradores para prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe se posiciona após vídeo com questionamentos sobre endereço


Procurada pelo Blog do Bruno Muniz, MGIL Produções e Eventos confirmou que no endereço posto em contrato também funciona negócio de outro segmento, mas mostrou estrutura física presente em outro local.

Essa semana o empresário e pré-candidato a prefeito Allan Carneiro (PSD) apresentou uma série de questionamentos contra a gestão municipal, apontando contratos milionários que teriam sido realizados de maneira duvidosa por parte do prefeito Edson Vieira, do PSDB. Dentre eles, o político apontou o aluguel de geradores que custaram aos cofres públicos R$ 198.000,00 (cento e noventa e oito mil reais). Allan não apontou ilicitude nos contrários, mas afirmou que pelos valores apresentados era possível conseguir os mesmos equipamentos com valores menores.

A Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe por meio de Pollyane Costa Siqueira informou, em entrevista ao programa Estúdio 1, da Polo FM, que todos os contratos feitos pela saúde prezaram pela legalidade e inclusive o dos geradores teria sido celebrado após um levantamento com três empresas no segmento de locação de geradores. Os referidos gerados foram locados com objetivo de serem postos em unidades hospitalares que estão recebendo pacientes com a Covid-19.

Pollyane sustentou ainda que muitas das denúncias que estão sendo apresentadas neste momento de pandemia possuem cunho político/partidário e que isso estaria prejudicando a execução do trabalho no município.

Nesta sexta-feira, 29 de maio, o pré-candidato a vereador Adilson Vitorino (conhecido popularmente como Adilson Bolsonaro) divulgou um vídeo nas redes sociais onde mostra a fachada do que seria a sede da empresa MGIL Produções e Eventos, responsável por locar os gerados para Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe. No vídeo, Adilson destaca que no local funciona apenas segmentos que não condizem com a realidade de uma empresa de locações de equipamentos para eventos ou entidades públicas.

Imagem cedida ao blog sobre o referido local – Foto: Adilson Vitorino

“Chegando em Toritama procurei o endereço que está no CNPJ do contrato, certo, é uma garagem que foi dividida, aí fica tipo o número 332A – que é uma lotérica – e na garagem ao lado que era para ser o 332B, não tem número, não tem placa. E quando a gente se aproxima da garagem tem uma faixa adesivada com “contabilidade” e nesse mesmo escritório de contabilidade fura-se orelha, tira-se xerox, se pede via de cartão de crédito, vende-se máscara, nada a ver com aquilo que está no contrato”, diz Adilson.

Confira o vídeo:

Clique na imagem para acessar o vídeo na íntegra

A nossa reportagem foi em busca da empresa e conseguiu falar com uma das responsáveis pelo empreendimento de locações que já atua há 17 anos na cidade de Toritama e presta serviço para diversas cidades da região, inclusive a própria Toritama. Em suas respostas a nossa equipe, a empresária disse o seguinte:

Foto: Reprodução

A empresária Gilvania que conversou com a nossa reportagem disse ainda que acredita que o autor do vídeo teria agido de “má fé” e o criticou pela produção do mesmo.

“Ele chegou a perguntar na lotérica, o funcionário de lá me falou e ainda minha irmã estava saindo da lotérica e passou meu contato pra ele, o mesmo falou que queria alugar estruturas, ela falou que eu estava atendendo em casa, mas ele não chegou a ligar pra mim, usou de má-fé”, disse a responsável pela empresa.

A responsável pela empresa enviou também a nossa reportagem imagens e endereços de galpões que estão situados em Toritama e que pertencem a MGIL Produções e Eventos. Ambos ficam situados próximo a Vila Canaã.

Ainda em conversa com o Blog, Adilson afirmou que o seu vídeo não teve como objetivo acusar, mas questionar o que supostamente estaria acontecendo no município.

“Não estou acusando ninguém, não estou dizendo que há nada de errado. Porém, eu acredito que nem tudo que é legal é justo, e esse é o caso dos geradores”, concluiu Adilson.

A nossa reportagem também procurou a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe através do departamento de assessoria de comunicação, porém até o fechamento dessa reportagem o responsável pelo setor ainda não havia nos respondido.

Bruno Muniz 29 maio 2020 - 11:19m

0 Comentários

Deixe uma resposta


JCL (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Clécia Lima (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
RC Tecidos (Grande)
Farma Fácil (Grande)
Clim Center (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Cetias (Grande)

Jasfac (Grande)
Design Riscos (Grande)
Vitta (Grande)
Arrumadinho (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
JCL (Grande)
Clécia Lima (Grande)
Dr. Leonardo Brito
Unicesumar EAD (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)

VÍDEO EM DESTAQUE

Império dos Camarões
RC Tecidos (Lateral)
HB Joias e Relógios (Lateral)
House Club (Lateral)
JCL (Lateral)
Alan Vidros (Lateral)
Dr. Leonardo Brito (Lateral)
Autoescola Nossa Senhora das Graças (Lateral)
Polo da Moda de Campina Grande (Lateral)
Unicesumar Santa Cruz (Lateral)
Altas Horas Outlet (Lateral)
Clínica Vitta (Lateral)
Tintas Quimilson (Lateral)
Escolinha Geração XXI (Lateral)
VRC College (Lateral)
Clim Center (Lateral)
Real Tags e Etiquetas (Lateral)
Val Games (Lateral)
Instituto Olavo Bilac (Lateral)
Immobilis (Lateral)
Design Riscos (Lateral)
Sign Digital (Lateral)
BestNet (Lateral)
Academia Saúde e Forma (Lateral)
Simone Joias (Lateral)
Moda Center (Lateral)
Lis Bambini (Lateral)
Aplicativo