Destaques Coronavírus: gripe predomina entre os casos descartados de covid-19 em Pernambuco

Coronavírus: gripe predomina entre os casos descartados de covid-19 em Pernambuco


Cerca de 17% dos 276 casos que foram descartados para o novo coronavírus, em Pernambuco, apresentaram resultado de teste laboratorial positivo para os vírus da gripe: 6,5% para influenza A (H3N2), 4% para influenza A (H1N1) e 6,2% para influenza B.

Foto: Divulgação

O dado é da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que divulgou novo boletim sobre coronavírus na tarde deste sábado (21). Nas últimas 24 horas, o Estado confirmou mais dois casos da doença, passando para 33 confirmações (destes, cinco estão hospitalizados; os outros 25 estão em isolamento domiciliar e 3 estão curados). Ao todo, são 630 casos notificados, sendo que 276 já foram descartados. Outros 318 casos estão em investigação.

Ainda segundo a SES, 79% dos casos descartados de covid-19 apresentaram resultado negativo para qualquer vírus respiratório, incluindo o novo coronavírus. Esse dado reforça que os vírus da gripe (H1N1, H3N2 e o influenza B) são os que mais têm circulado quando se analisa a vigilância dos vírus respiratórios no Estado. O cenário só reforça a importância de a população participar da campanha nacional de vacinação contra influenza, que começa nesta segunda-feira (23). 

Na primeira fase, a estratégia vai beneficiar idosos a partir de 60 anos e profissionais de saúde. Neste momento inicial, Pernambuco tem uma população de 1.148.115 de pessoas a ser imunizadas. O objetivo da antecipação é proteger os pernambucanos contra os três vírus da influenza – A(H1N1), A(H3N2) e B, evitando adoecimentos e, consequentemente, o impacto nos serviços de saúde neste momento da ocorrência de casos do novo coronavírus.

“É o único momento em que vamos pedir para que pessoas com mais de 60 anos saiam de casa. É fundamental vacinarmos esse público, já que alguns casos inicialmente suspeitos para a covid-19, na verdade positivaram para as influenzas A(H1N1) e B em públicos que são contemplados pela campanha de vacinação. Imunizando nossa população, vamos evitar adoecimentos por essa doença e casos graves, que são aqueles que precisam de internação e podem ter risco de morte”, diz o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo. “Além disso, podemos reduzir a necessidade pela procura aos serviços de saúde, o que é importante neste momento em que estamos vivenciando com o novo coronavírus”, acrescenta o secretário. Ele reforça que a vacina não imuniza contra a covid-19.

Para que a campanha ocorra de uma forma segura, a SES orienta que as secretarias municipais de Saúde, responsáveis pelas salas de vacina, priorizem a realização da vacinação em locais abertos. Será preciso aumentar a distância nas filas entre uma pessoa e outra (idealmente para 2 metros), disponibilizar locais para higienização das mãos ou ofertar dispensadores com álcool em gel para facilitar a higienização das mãos dos profissionais e da população, ampliar frequência de limpeza de pisos, corrimãos, maçanetas e banheiros dos locais de vacinação.

Jefferson Felipe 22 mar 2020 - 14:00m

0 Comentários

Deixe uma resposta


RC Tecidos (Grande)
Cetias (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
JCL (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Clim Center (Grande)
Farma Fácil (Grande)

Jasfac (Grande)
Design Riscos (Grande)
Alan Vidros (Grande)
Arrumadinho (Grande)
Vitta (Grande)
JCL (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)