Destaques Governo Federal destinará quase R$60 milhões para pescadores do nordeste afetados pelo o avanço do óleo no litoral

Governo Federal destinará quase R$60 milhões para pescadores do nordeste afetados pelo o avanço do óleo no litoral


O Governo Federal anunciou que irá destinar R$59,9 milhões para pagar benefícios à cerca de 60 mil pescadores afetados pelo vazamento de óleo no litoral do nordeste. Será um pagamento extra do seguro-defeso que será pago no mês de novembro,  segundo anúncio do secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Jorge Seif Júnior.

“O pescador pode ficar tranquilo, não precisa de nenhum ato, simplesmente aguarde que estamos construindo e, dentro do mês de novembro, será depositada em sua conta – a mesma que ele já recebe o seguro defeso – uma parcela do benefício”, afirmou o secretário.

Secretário de Aquicultura e Pesca, Seif Junior – Foto: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

O defeso-seguro é um benefício pago pelo governo aos pescadores durante o período de reprodução das espécies, que é proibido pescar, que pode durar de três a cinco meses por ano. O benefício pago equivale a um salário mínimo.

O secretário também tranquilizou os consumidores sobre a qualidade dos pescados. Segundo ele, não há perigo de contaminação nos produtos que possuem o  Selo do Serviço de Inspeção Federal do Ministério da Agricultura (SIF).

O avanço do óleo

Retirada do óleo em praia no Cabo de Santo Agostinho – Foto: Anderson Stevens

Cerca de 489 toneladas de óleo já foram retirados do litoral pernambucano. A praia de Itapuama (Cabo de Santo Agostinho) é a praia mais atingida pelos vestígios do petróleo. Ainda segundo o governo, as manchas de óleos não chegaram a atingir as fozes dos rios, porém a vigilância sobre a área é mantida. 

Na manhã desta quarta, o óleo chegou a praia do Janga, em Paulista, no Grande Recife. Uma grande equipe de voluntários se reuniram para tentar conter às manchas de óleo. Veja o vídeo abaixo:

O governador Paulo Câmara ao lado da vice-governadora e cientistas se reuniram no início da manhã, desta quarta (22), para discutir os efeitos do óleo no litoral. Em seguida, foi anunciado um edital para a liberação de R$2,5 milhões para estimular estudos e pesquisas sobre os danos do avanço das manchas e a toxidade à saúde humana. 

Reunião de lançamento do edital que destinará R$200 mi à pesquisas – Foto: Governo de Pernambuco

O edital é voltado para a contratação de laboratórios, instituições e parcerias. E segundo o diretor-presidente da Facepe, Fernando Jucá, são grupos de pesquisas de instituições públicas e privadas que podem submeter seus projetos, no valor aproximado de R$ 200 mil cada um, para serem executados no prazo de um ano.

Uma das preocupações é o contato do óleo com a pela dos voluntários, uma vez que, o óleo é altamente cancerígeno – Foto: Anderson Stevens

Bruno Muniz 23 out 2019 - 20:36m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Cetias (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
Clécia Lima (Grande)
JCL (Grande)
Clim Center (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Farma Fácil (Grande)

Cabeça Gesso (Grande)
Jasfac (Grande)
JCL (Grande)
Unicesumar EAD (Grande)
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Clécia Lima (Grande)
Best Net
Design Riscos (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)
Alan Vidros (Grande)