Destaques Justiça nega pedido da prefeitura para realizar suplementação via decreto e mantém discussão do projeto com a Câmara de Vereadores

Justiça nega pedido da prefeitura para realizar suplementação via decreto e mantém discussão do projeto com a Câmara de Vereadores


Juiz determinou que o projeto seja votado novamente com as emendas que os vereadores julgarem necessárias.

Foto: Divulgação

Nessa terça-feira (13), o Juiz Moacir Ribeiro da Silva Júnior, da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Santa Cruz do Capibaribe, apresentou a decisão referente ao pedido da Prefeitura Municipal que solicitava realizar suplementação orçamentária via decreto, sem a análise da Câmara de Vereadores e suspender a votação do Projeto de Lei 010/2019, do Poder Executivo, votado no dia 30 de julho. A justiça negou o pedido para que a matéria fosse executada via decreto é alertou na decisão para o Artigo 90 da Lei Orgânica do Município em que é vedada a abertura de crédito suplementar ou especial sem prévia autorização legislativa e sem indicação dos recursos correspondentes.

A prefeitura contestava a apresentação de emendas e reprovação do projeto que solicitava a abertura de crédito suplementar no valor de mais de R$ 7 milhões. A proposta amplamente discutida na Câmara, recebeu emendas dos vereadores para evitar que recursos, como para compra de transporte escolar e construção de creches fossem remanejados para outras áreas, ficando os recursos para a suplementação em mais de R$ 5 milhões, porém a matéria não alcançou votação suficiente para ser aprovada, ficando com o placar de 7 votos contrários, 3 favoráveis e 6 abstenções.

O presidente da Câmara, Augusto Maia comentou a determinação.

“Eu vejo essa decisão como uma forma de manter a independência entre os Poderes. A Câmara continua com a prerrogativa de discutir as questões orçamentárias do município”, afirmou.

Ainda na decisão do processo de número 0001170-45.2019.8.17.3250, o juiz determina que o PL 010/2019 seja apreciado novamente pela Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe em até 7 dias, podendo ser inseridas as emendas que os vereadores julgarem necessárias.

Conteúdo da Assessoria

Bruno Muniz 14 ago 2019 - 17:13m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Império dos Camarões (Grande)
Altas Horas Outlet (Grande)
Cetias (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
Clim Center (Grande)
Farma Fácil (Grande)
JCL (Grande)
Clécia Lima (Grande)
RC Tecidos (Grande)

Lis Bambini
Design Riscos (Grande)
Jasfac (Grande)
Vitta (Grande)
Alan Vidros (Grande)
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Best Net
JCL (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)
Dr. Leonardo Brito