Destaques Diversidade Literária: Análise de “O Príncipe Congelado” — Por Bruna Marques

Diversidade Literária: Análise de “O Príncipe Congelado” — Por Bruna Marques


Título: O Príncipe Congelado

Autor: Raigor Ferreira

Editora: Astral Cultural 

Edição: 2019

Gênero: Infantojuvenil 

Nota: 4/5

“A magia não é, necessariamente, algo que precisa estar distante de nós. Para ser mágico, basta acreditarmos que é.”

Arvoredo é um reino no qual vive um príncipe congelado chamado Phelipe, Este reino está a passar por muitas dificuldades diante de todas as desventuras que vem ocorrendo desde a morte do rei e a rainha.

Em Ignis por outro lado vive uma princesa de fogo, onde ela parte em uma jornada para encontrar o reino de Arvoredo após saber da existência do príncipe congelado vivendo por la, a busca por respostas sobre a sua condição de vida a impulsiona a ser forasteira em um reino distante.

Inicialmente temos as informações acerca do Phelipe e a sua relação com o gelo, o contato do avô e a convivência com os pais e o início já de algumas das tragédias que ocorrem em Arvoredo. Depois temos o contato com o reino de Ignis onde vive a princesa de fogo que possui varias duvidas acerca de si própria, e do porque dela ser diferente.

Nesta história temos dois reinos, ambos distantes, mesmo assim temos o encontro de dois príncipes, porém esses príncipes não são “normais” eles possuem “diferenças físicas” achei muito interessante a construção do autor de uma história que envolve um conto de fadas, com príncipe e princesa e reinos porém com uma abordagem diferente da convencional.

Foto: Bruna Marques (Agreg Imagem)

Temos uma família real inteira que falece prematuramente deixando um único filho para assumir o trono, mas essa criança tem uma condição física “diferente” e tenos uma princesa que também vive em seu reino com uma condição física diferenciada, porem esta, junta suas forcas e coragem para ir em busca de respostas em um reino no qual ela desconhece o caminho e para conversar com um príncipe onde ela acredita que tara respostas para suas dúvidas. Mais a frente no decorrer da história vemos que nada do que a princesa planejou ocorreu como ela esperava.

O autor utilizou de características e acontecimentos diferenciados para abordar a temática de conto de fadas, temos uma literatura infanto juvenil mais próxima do que é trabalhado em sala de aula diariamente a questão do ser “diferente” e acontecimentos trágicos e que a vida não é um faz de contas apenas com finais felizes onde todos vivem saudáveis e confortáveis, a história tem sim final feliz, porém de uma forma diferente! 

CLASSIFICAÇÃO DA OBRA

Essa obra é de classificação livre

INDICAÇÃO 

É indicado a todos os leitores, independente de idade, a obra é cativante, que utiliza-se de uma linguagem simples para fácil compreensão.

Por Bruna Marques

Bruno Muniz 15 ago 2019 - 23:11m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Império dos Camarões (Grande)
Dra. Palloma Santana
Sollaris Energy (Grande)
Unicesumar EAD
Clim Center (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
RC Tecidos (Grande)

Real Tags e Etiquetas (Grande)
New Corte
Jasfac (Grande)
Unicesumar EAD
Dr. Leonardo Brito
Larissa Marques (Tô na Fono)
Lis Bambini
Cold Car
Brisanet (Grande)
Vivo Santa Cruz