Destaques Reeducandos do regime aberto reforçam limpeza no Autódromo de Caruaru para o Campeonato Norte e Nordeste de Marcas e Piloto

Reeducandos do regime aberto reforçam limpeza no Autódromo de Caruaru para o Campeonato Norte e Nordeste de Marcas e Piloto


Eles realizam capinação e serviços gerais, trabalho também realizado em museus e outros equipamentos culturais no município.

Foto:Divulgação

A limpeza do autódromo internacional Ayrton Senna, em Caruaru, recebe um reforço das mãos de reeducandos para o Campeonato Norte e Nordeste de Marcas e Piloto, que será realizado neste fim de semana. No local, os apenados realizam serviços de capinação e serviços gerais nas pistas de automóvel, que tem três quilômetros e 180 metros de comprimento, na de moto, e na pista de motocross em construção. O trabalho é possível graças ao convênio entre o Patronato Penitenciário, órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), com a prefeitura, que já mantém em ocupação atualmente 130 reeducandos do regime aberto.

Foto: Divulgação

Para o diretor do autódromo, Amon Dantas, os reeducandos não dispensam trabalho. “Sempre temos eventos aqui, neste final de semana tem o Norte e Nordeste de Marcas; no dia 18 de agosto, tem outra competição, e essa equipe se dedica muito na limpeza das pistas. Se pudéssemos ampliar o número de reeducandos, seria interessante”.

<p><table align="center" cellpadding="0" cellspacing="0" class="tr-caption-container" style="margin-left: auto; margin-right: auto; text-align: center;"><tbody> <tr><td style="text-align: center;"><img src="https://cdn.blogdobrunomuniz.com.br/wp-content/uploads/2019/07/32B-2BEstacao2Bferrroviaria.jpeg" /></td></tr> <tr><td class="tr-caption" style="text-align: center;">Foto:Divulgação</td></tr> </tbody></table> O convênio com a prefeitura de Caruaru, também conta com apenados na zeladoria de outros equipamentos culturais, como:&nbsp; museus do Vitalino, do Barro e do Galdino, Memorial da Cidade, Casa da Cultura e em três centros de atendimento ao turista. Eles se dedicam a capinação, limpeza e serviços gerais, como por exemplo, trabalhos de hidráulica.  <blockquote class="tr_bq"> “O trabalho que eles desenvolvem é importante para a cidade e também contribui para diminuição da violência, visto que o índice de reincidência de reeducandos que trabalham é de apenas 1%”, destaca o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. Em Pernambuco, 1.040 reeducandos do regime aberto na RMR e no interior trabalham por meio de convênios em empresas públicas e privadas.&nbsp;</blockquote> <em>Conteúdo da Assessoria</em></p> <p><img src="https://cdn.blogdobrunomuniz.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Agreg2BComunica25C325A725C325A3o2B-2B001.gif" /></p> </p> </p> <p><strong> </strong>
Jefferson Felipe 31 jul 2019 - 18:30m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Império dos Camarões (Grande)
Cetias (Grande)
Clim Center (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
JCL (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Farma Fácil (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)

Best Net
Jasfac (Grande)
Arrumadinho (Grande)
JCL (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Dr. Leonardo Brito
Unicesumar EAD (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Alan Vidros (Grande)