Destaques Reeducandos do regime aberto reforçam limpeza no Autódromo de Caruaru para o Campeonato Norte e Nordeste de Marcas e Piloto

Reeducandos do regime aberto reforçam limpeza no Autódromo de Caruaru para o Campeonato Norte e Nordeste de Marcas e Piloto


Eles realizam capinação e serviços gerais, trabalho também realizado em museus e outros equipamentos culturais no município.

Foto:Divulgação

A limpeza do autódromo internacional Ayrton Senna, em Caruaru, recebe um reforço das mãos de reeducandos para o Campeonato Norte e Nordeste de Marcas e Piloto, que será realizado neste fim de semana. No local, os apenados realizam serviços de capinação e serviços gerais nas pistas de automóvel, que tem três quilômetros e 180 metros de comprimento, na de moto, e na pista de motocross em construção. O trabalho é possível graças ao convênio entre o Patronato Penitenciário, órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), com a prefeitura, que já mantém em ocupação atualmente 130 reeducandos do regime aberto.

Foto: Divulgação

Para o diretor do autódromo, Amon Dantas, os reeducandos não dispensam trabalho. “Sempre temos eventos aqui, neste final de semana tem o Norte e Nordeste de Marcas; no dia 18 de agosto, tem outra competição, e essa equipe se dedica muito na limpeza das pistas. Se pudéssemos ampliar o número de reeducandos, seria interessante”.

<p><table align="center" cellpadding="0" cellspacing="0" class="tr-caption-container" style="margin-left: auto; margin-right: auto; text-align: center;"><tbody> <tr><td style="text-align: center;"><img src="https://blogdobrunomuniz.com.br/wp-content/uploads/2019/07/32B-2BEstacao2Bferrroviaria.jpeg" /></td></tr> <tr><td class="tr-caption" style="text-align: center;">Foto:Divulgação</td></tr> </tbody></table> O convênio com a prefeitura de Caruaru, também conta com apenados na zeladoria de outros equipamentos culturais, como:&nbsp; museus do Vitalino, do Barro e do Galdino, Memorial da Cidade, Casa da Cultura e em três centros de atendimento ao turista. Eles se dedicam a capinação, limpeza e serviços gerais, como por exemplo, trabalhos de hidráulica.  <blockquote class="tr_bq"> “O trabalho que eles desenvolvem é importante para a cidade e também contribui para diminuição da violência, visto que o índice de reincidência de reeducandos que trabalham é de apenas 1%”, destaca o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. Em Pernambuco, 1.040 reeducandos do regime aberto na RMR e no interior trabalham por meio de convênios em empresas públicas e privadas.&nbsp;</blockquote> <em>Conteúdo da Assessoria</em></p> <p><img src="https://blogdobrunomuniz.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Agreg2BComunica25C325A725C325A3o2B-2B001.gif" /></p> </p> </p> <p><strong> </strong>
Bruno Muniz 31 jul 2019 - 18:30m

0 Comentários

Deixe uma resposta


APAE (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)
JCL (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Total (Grande)
Integra Mais (Grande)
Valloriza / Jasfac
João Januário Tecidos (Grande)
1Farma (Grande)

Altas Horas Outlet (Grande)
Mandacaru Açaíteria (Grande)
M Mestre Empreendimentos (Grande)
Auto Planos (Grande)
Moura & Lima (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)
Dra. Patrícia Queiroz (Grande)
Kits Elásticos (Grande)
Mateus Assistência (Grande)
Novo Atacarejo (Grande)