Destaques Doença transmitida por gatos preocupa médicos de Pernambuco

Doença transmitida por gatos preocupa médicos de Pernambuco


Imagem meramente ilustrativa

Uma doença está preocupando os médicos e veterinários do estado de Pernambuco. Trata-se da esporotricose, que é normalmente transmitida gato. A doença causa lesões na pele e, em muitos casos, é registrada no paciente a presença de febre, dor e secreções nas lesões.

Somente nesta quinta-feira (06), cinco pessoas procuraram atendimento no Hospital Oswaldo Cruz, em Santo Amaro, Área Central do Recife. De acordo com os infectologistas, os sintomas iniciam com o surgimento de nódulos na pele, que se transformam em feridas. O tratamento pode durar de três a seis meses.

Nota

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, um grupo está sendo formado para estudar a doença. Segundo dados da secretaria, nos anos de 2017 e 2018, mais de 140 casos de esporotricose em humanos foram registrados em Pernambuco.

A doença

A esporotricose é uma micose, que pode ser adquirida ao se ferir em plantas, madeiras, pedras ou em terra, que pode entrar em seu organismo por meio de alguma ferida. A doença é dividida clinicamente em quatro formas: a esporotricose cutânea, que são identificadas lesões nas mãos e nos braços; a extracutânea, quando a doença se espalha para outras regiões do corpo; a disseminada, quando a doença se espalha para outros organismo do corpo, comprometendo o funcionamento desses órgãos; e a mais comum que é a linfocutânea, onde são formados pequenos nódulos na camada mais profunda da pele e é localizada normalmente em membros do corpo.

Doença em humanos

São mais comuns entre homens jovens que trabalham como agricultores, jardineiros ou entre crianças que brincam com terra e plantas.

Tratamento

O tratamento deve ser realizado com acompanhamento profissional. A duração do tratamento dura de três a um ano.

Orientações para os donos de animais infectados

Se algum animal estiver sob suspeita da doença, é necessário isolá-lo para evitar a contaminação em outros seres. Nos gatos, geralmente, as feridas são localizadas no focinho, orelhas e patas.

Os brinquedos e utensílios do animal devem ser lavados com água e sabão, rotineiramente. Em caso de morte do pet, ele não poderá ser enterrado. A recomendação é que seja encaminhado a um veterinário para que seja feito a incineração do corpo do animal.

Com informações da TV Jornal

Bruno Muniz 10 jun 2019 - 17:09m

0 Comentários

Deixe uma resposta


RC Tecidos (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Sollaris Energy (Grande)
Clim Center (Grande)
Unicesumar EAD
Dra. Palloma Santana
Immobilis Negócios Imobiliários

Dr. Leonardo Brito
New Corte
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Brisanet (Grande)
Jasfac (Grande)
Cold Car
Vivo Santa Cruz
Larissa Marques (Tô na Fono)
Unicesumar EAD