Destaques Governo de Pernambuco lança mão da interlocução com a academia  para debater melhorias na gestão de recursos hídricos

Governo de Pernambuco lança mão da interlocução com a academia para debater melhorias na gestão de recursos hídricos


Discutir a gestão de recursos hídricos sob uma perspectiva interdisciplinar e, sobretudo, de articulação com a universidade. Esse foi o mote da III Conferência em Gestão Participativa de Reservatórios e Bacias Hidrográficas, que contou com a participação da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra-PE), realizada na UFPE, nos dias 20 e 21/05. Representando a pasta, coube à secretária executiva de Recursos Hídricos da Seinfra-PE, Simone Rosa, apresentar  o painel que explanou “Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável no Contexto de Bacias Hidrográficas de Pernambuco”.

Na ocasião, a gestora provocou os presentes para terem uma visão mais abrangente da água como recurso hídrico. “Essa inserção da gestão de recursos hídricos transpassa a ideia da água como o acesso aos serviços de saneamento, de água e esgotos, apenas. Vai além: coloca-a como elemento central de temas que possuem relação com diversos outros fatores do desenvolvimento sustentável, como a saúde pública e o meio ambiente”, destacou Simone Rosa, que também é professora universitária na área e doutora em Engenharia Civil com ênfase em Recursos Hídricos e Tecnologia Ambiental pela UFPE.

Alinhar a gestão de Recursos Hídricos à gestão do Meio Ambiente é a uma das linhas-mestras da atuação da Seinfra-PE. Exemplo disso, é o programa “Janelas Para o Rio”, cujo objetivo é criar espaços símbolos de proteção e educação ambiental.  “O primeiro que será construído será o Parque Ambiental ‘Janelas Para o Rio’ de Caruaru”, exemplificou Simone. Dentro desse mesmo projeto, ainda estão previstos parques em São Caetano, Bezerros, Escada, Gravatá e Belo Jardim. A ação permitirá a recuperação das margens do rio Ipojuca e seus afluentes, contribuindo para a sua preservação.

Organizado conjuntamente por programas de pós-graduação da UFPE, UFRPE e IFPE, o evento reuniu também especialistas em recursos hídricos de instituições acadêmicas, órgãos públicos e entidades civis.  Além de representantes das três universidades pernambucanas já citadas, a conferência também contou com a participação de representantes da USP – SP; Universidade Regional de Blumenau – SC; UNEB – BA; UFC – CE; Universidade Nova Lisboa – Portugal; Universidade Metropolitana de Oslo – Noruega; Fundação Joaquim Nabuco; Associação Brasileira de Recursos Hídricos; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Agência Nacional de Águas (ANA) e Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Ao final dos dois dias de Conferência, a expectativa é que seja confeccionada uma carta com os resultados do encontro interdisciplinar. O objetivo do documento é contribuir com a melhoria da gestão dos reservatórios e bacias hidrográficas do Nordeste Brasileiro, através da troca de experiências positivas apresentadas, além de buscar traçar diretrizes e soluções sustentáveis para os problemas inerentes aos recursos hídricos e bacias hidrográficas da região.

Bruno Muniz 22 Maio 2019 - 13:38m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Sollaris Energy (Grande)
Clim Center (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
Império dos Camarões (Grande)
RC Tecidos (Grande)
Dra. Palloma Santana
Unicesumar EAD

Unicesumar EAD
New Corte
Brisanet (Grande)
Jasfac (Grande)
Lis Bambini
Real Tags e Etiquetas (Grande)
Cold Car
Vivo Santa Cruz
Larissa Marques (Tô na Fono)
Dr. Leonardo Brito