Destaques Em Caruaru, Humberto diz que Haddad vai virar eleição e ganhar do “soldadinho de araque”

Em Caruaru, Humberto diz que Haddad vai virar eleição e ganhar do “soldadinho de araque”


Foto: Divulgação

Reeleito com mais de 1,7 milhão de votos em Pernambuco, o líder da Oposição ao governo Temer no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou, na última quarta-feira (24), que está sentindo um movimento de virada eleitoral nesta reta final de campanha que levará Fernando Haddad à vitória no domingo contra ao que nomeou como “soldadinho de araque picareta”.

Em discurso para o povo na rua em Caruaru, no Agreste do Estado, o senador lembrou que, mesmo faltando pouco tempo, as pesquisas de intenção de voto já estão mostrando uma subida de Haddad e uma queda de Bolsonaro, que disparou em rejeição no eleitorado. 

“Tenho certeza que o brasileiro vai votar com consciência, para garantir um país no futuro sem discriminação às mulheres, aos negros e aos gays. O povo nordestino vai impedir que esse monstro despreparado saia vitorioso nas urnas. Aqui, ele não passará”, disse.

Humberto disse que Bolsonaro já fez diversos ataques aos nordestinos, principalmente às mulheres, e que o deputado considera a região como uma fábrica de fazer filhos para ganhar o Bolsa Família.

“A mulher nordestina, atacada por Bolsonaro, não vota num cara desse. Quem puxa o desenvolvimento do Brasil é o Nordeste. Não queremos ser tratados como coitadinhos, como ele disse ontem. Queremos somente o nosso direito e nossas oportunidades”, disparou.

O parlamentar também criticou uma das principais propostas do adversário de Haddad, que é a defesa do armamento. Segundo Humberto, não é possível votar em uma pessoa que acha que vai resolver o problema da segurança pública do país distribuindo armamento e falando em tortura e mortes.

“Nós não queremos garantir uma arma para cada cidadão. Nós queremos garantir um emprego para cada brasileiro e brasileira e uma vida melhor para todos, sem ódio, preconceito e violência”, declarou.

Para o líder da Oposição, o capitão reformado, que é deputado há 28 anos, não pode ser considerado alguém novo e que vai combater o sistema.  

“Ele nunca apresentou e aprovou um único projeto em benefício do povo. Nas vezes em que discursava, era pior: só defendia a tortura, a ditadura e votava contra a população. Ninguém nunca levou a sério as asneiras que falava. Agora, aparece como salvador da pátria. Isso não existe”, alfinetou.

O senador ainda criticou o fato de ele fugir dos debates, escondendo dos eleitores o que realmente pensa sobre a educação, a saúde e o mercado de trabalho no país.

“Como vamos dar um voto a um cidadão vazio, que foge do confronto e, quando abre a boca, só sai coisa ruim? É hora de viramos esse jogo votando no melhor ministro da Educação que este país já teve”, disse.

Bruno Muniz 25 out 2018 - 21:06m

0 Comentários

Deixe uma resposta


Instituto Olavo Bilac (Grande)
RC Tecidos (Grande)
JCL (Grande)
Império dos Camarões (Grande)
Clim Center (Grande)
Cetias (Grande)
Bezerra Poços (Grande)
Immobilis Negócios Imobiliários
Farma Fácil (Grande)

Arrumadinho (Grande)
Dr. Leonardo Brito
Lis Bambini
Design Riscos (Grande)
Alan Vidros (Grande)
Polo da Moda Campina (Grande)
Simone Joias (Grande)
JCL (Grande)
Instituto Olavo Bilac (Grande)
Cabeça Gesso (Grande)